Compartilhe

Por que as pessoas insistem em recordar momentos ruins da história da humanidade?

Se a utilidade disso ainda fosse para aprender com o passado para não repetir os erros no presente, até poderia valer a pena. Mas… não. O resgate nesse caso é apenas para lembrar o quanto era ruim, e prorrogar o trauma de quem viu por um pouco mais de tempo.

Já temos quase 30 anos de lançamento do filme Super Mario Bros (1993), e esse foi o responsável por acabar com o sonho dos fãs mais freaks do jogo, entregando uma das piores histórias que o cinema já viu. E agora, essa porcaria volta a ser notícia. De novo. E, dessa vez, por culpa dos mais nostálgicos (sim, eles podem existir).

O filme ainda conta com entusiastas irracionais ao redor do mundo que, a esta altura do campeonato, estão felizes em saber que, em algum velho VHS perdido e abandonado em algum lugar, encontraram novas e inéditas cenas do filme. Para desespero dos traumatizados.

 

 

E a cena em questão é…

 

A cena em questão mostra os encanadores a caminho de um trabalho em Dinohattan. Os dois acabam entrando em um café e interagindo com o local. Lá eles encontram com outras pessoas que (spoiler a partir de agora para quem não viu essa verdadeira preciosidade do lixo cinematográfico), de alguma forma, são personagens secundários que “competem” com Mario e Luigi.

Super Mario Bros é um filme de 1993, com direção de Anabel Jankel e Rocky Morton. O longa teve uma péssima recepção por parte da crítica especializada e por muitos dos fãs do game, que esperavam uma aventura completamente diferente.

Porém, com o passar do tempo, o filme conseguiu “dar a volta”, saindo do status de “porcaria” para “culto” de alguns nostálgicos meio irracionais e sem qualquer senso de bom gosto. Não são poucas as pessoas que buscam material da época de lançamento do filme para tentar compreender como a humanidade chegou nesse ponto.

 


Compartilhe