Compartilhe

Apareceu no YouTube só agora, mas está longe de ser uma novidade para os fãs mais fiéis. Os dois clipes foram publicados pela Stargate Studios, um estúdio de efeitos especiais que trabalhou para George Lucas nos anos 90. E no seu conteúdo, mostram imagens de uma série de TV extremamente ambiciosa, com o nome Star Wars: Underworld, que foi abandonada por problemas de orçamento.

O vídeo mostra uma sequência ambientada nas ruas de Coruscant, o planeta-sede da República, onde o Senado Galático e o Templo Jedi também estão presentes. Esse planeta apareceu em todos os capítulos da trilogia prequel. No vídeo também vemos uma misteriosa figura encapuzada roubando as plantas de um Destroyer Imperial. Uma vez que os planos estão em posse dos ladrões, eles vão em uma loja de armas e confronta um grupo de stormtroopers, com um enorme tiroteio.

Não estamos diante de uma das sequências de ação mais rápida da história, e tudo parece ser montado em tempo real (talvez por não ser uma edição final), mas a estética da proposta é algo impressionante. E, principalmente, se distancia do estilo colorido típico dos filmes Star Wars, com uma sequência que é mais centrada no espaço, no estilo Blade Runner. Algo que, décadas depois, The Mandalorian apresentou.

 

 

 

Faltou grana para tudo isso

 

 

Star Wars: Underworld foi anunciada por George Lucas em 2005, e sua pré-produção durou anos, algo bem típico do diretor. Em 2011, ele revelou que havia um total de 50 horas da série escrita e pronta para ser filmada, algo que nunca chegou a ser feito. O motivo disso é que o investimento no marketing série era enorme (com um orçamento semelhante a um filme), mas o orçamento de produção era de um décimo desse valor. No final, Lucas abandonou o projeto por não conseguir se ajustar ao orçamento.

Entre os rumores mais loucos sobre a produção era que a trama principal girava em torno de viagens no tempo. Mais especificamente, um grupo de rebeldes viajaria para a era prequel, na tentativa de matar Darth Vader. Um mote clássico de ficção científica que deve ser tomado com cuidado aqui, pois não se encaixa nem com a estética vista no vídeo ou com as tramas típicas da saga.

No final, é uma proposta interessante, com estética digna da franquia, eu poderia ser aproveitada para o renascimento da franquia. Se tivesse dado certo, teria evitado a compra da Lucasfilm pela Disney? Nunca saberemos. Mas que é digna de estar entre as mais granuladas do universo expandido de Star Wars.

 

 

 

Via Stargate Studios, Movie Web


Compartilhe