Tag Archives: trabalho

Esta mesa te mantém em forma enquanto você trabalha

by

650_1000_mesa-de-pie-andador

Acredite se quiser, mas essas mesas para trabalhar de pé estão se tornando uma tendência. Existe um grande número de opções disponíveis, e a que você vai ver hoje é só mais uma opção. Nesse caso, a StandStand pode ser acoplada em uma esteira, para que você faça o seu exercício enquanto redige aquele e-mail importante.

Essa mesa com cinta modeladora funciona em uma velocidade de 2.25 km/h, e está programada para jornadas de 40 minutos, o que é tempo maisque suficiente para ler documentos e e-mails.

Em testes, os funcionários que usavam tal equipamento tiveram resultados 35% melhores em um questionário simples do que aqueles que trabalhavam sentados, além de registrarem uma maior atividade cerebral nas zonas associadas com a memória e a atenção.

Saiba que esse tipo de mesa está conquistando tantos adeptos, que até Linus Torvalds, o criador do kernel Linux, fez a sua própria versão de mesa.

Via FastCoExist

Um software que te avisa quando você NÃO está sendo produtivo

by

ociosidade

Um estudo recente revelou que, na média, perdemos entre 20% e 40% da atenção que deveríamos ter em uma atividade de trabalho, por conta de um mau desempenho, memória ruim ou baixa capacidade de leitura. Sidney D’Mello e Robert Bixler, ambos da Universidade de Notre Dame, Indiana (EUA), decidiram acabar com isso, criando um software que é capaz de saber se estamos concentrados ou não. E se não estivermos, ele nos avisa.

Para que o software funcione, uma câmera acompanha a trajetória dos olhos do usuário, sendo capaz de aprender a nossa rotina durante o trabalho, e o movimento do olhar durante uma tarefa. Em função disso, ele cria um padrão de como trabalhamos. Se fugimos desse padrão, somos alertados.

Uma notificação é enviada ao funcionário, inclusive com o conteúdo em questão marcado, para que o mesmo veja se alguma informação importante deixou de ser inserida ou realizada na tarefa em execução.

O objetivo do software é ajudar os profissionais a se distraírem menos, melhorando a produtividade. A primeira versão será disponibilizada em alguns meses, e será utilizada como testes para comprovar o seu potencial e corrigir problemas antes do seu lançamento comercial e definitivo.

Óbvio que o projeto já levanta polêmicas. Já tem quem afirma que não gosta nada da ideia de ser observado o tempo todo, e qualificam a ferramenta como “muito intrusiva”. Até porque, convenhamos: a Google já ensinou ao mundo que a ociosidade é algo muito subjetivo, e pode mudar de empresa para empresa.

+info

Trabalhar durante a madrugada: ainda bem…

by

blogando-na-madruaga

As madrugadas… as amigas íntimas dos blogueiros. Na verdade, dos profissionais de informática e internet de um modo geral. A maioria das pessoas que eu conheço e que trabalham com tecnologia preferem o silêncio das madrugadas para trabalhar. São mais produtivos, mais criativos e práticos. Além disso, o telefone não toca, e o único barulho que o ambiente pode ter é do pai roncando, ou da TV ligada.

Eu não trabalho tanto durante as madrugadas como antes. Acabo acompanhando o ritmo de minha esposa (e fico mais tempo com ela, por diversos fatores que agora não vem ao caso). Mas, de vez em quando, se faz necessário de tempos em tempos ficar diante do computador e adiantar alguns trabalhos. Ajustes de posts antigos no blog, textos que devem ser publicados no dia seguinte, podcasts que precisam ser editados… enfim, o expediente do blogueiro independente.

Mas… ainda bem. Ainda bem que posso fazer isso nesse horário que (quase) ninguém pode ser incomodado. Algumas das boas ideias e modificações que precisei fazer no TargetHD e no SpinOff apareceram durante a madrugada, e muitas delas se converteram em bons resultados. Algumas simplesmente tiraram o blog do ar. Já outras fizeram com que o blog ficasse um pouco melhor.

Escrever sobre notícias me impede (um pouco) de trocar o dia pela noite. Eu dependo de produção de conteúdo para os dois blogs. E como a maioria das fontes estão em um fuso horário semelhante ao meu (tá, mais ou menos… já tive que acordar às 6h da manhã para cobrir evento da Nokia em Londres), eu acabo trabalhando em horários mais ou menos semelhantes. Mas confesso que é agradável para mim trabalhar durante as madrugadas.

É a melhor forma que encontro para pegar no sono. Já me encontrei diante do computador digitando alguns textos até que o sono chegasse. Você dorme melhor, com a cabeça mais leve. Muitas vezes escrevi para mim mesmo. Para me divertir, para me acalmar, para me encontrar.

Hoje, escrevo sobre o que gosto para muita gente que, muitas vezes, não gostam do que escrevo. Faz parte do jogo. Ao menos tenho uma opinião, e compartilho com quem quer e quem não quer ler. Essas também são as regras do jogo. As minhas regras.

Hoje é um daqueles dias que escrevi durante a madrugada. Escrevi para mim, e para vocês. E espero fazer isso por um bom tempo. Ou até a minha aposentadoria (que ainda vai demorar um pouco).

Por que estou trabalhando durante um mega feriado?

by

Segue abaixo os motivos:

1) porque eu não tenho a vida ganha
2) porque eu tenho que pagar as minhas contas
3) porque eu preciso de dinheiro para tirar ao menos uma semana de férias
4) porque eu trabalho em casa, ou seja, não peguei nem ônibus ou metrô para chegar ao escritório
5) porque o mundo da tecnologia lá fora não está parado
6) porque eu já tinha (mais ou menos) descansado em 15 de novembro (gravando podcasts a tarde toda)
7) porque para mim não é trabalho quando se faz com prazer
8) porque não moro em uma cidade que tem praia
9) porque em outras cidades do Brasil, amanhã nem feriado é
10) para ter um bom motivo para escrever um post sem vergonha como esse

Boa semana para todos.

[Foto] Tem alguém MUITO concentrado no trabalho (ou pelo menos finge que…)

by

Todo mundo assistindo ao jogo do Brasil nos Jogos Olímpicos, e eu aqui…

Buscando pautas para o blog, fazendo posts e adiantando trabalho, porque no final de semana, já sigo viagem para São Paulo.

Mas é tudo mentira. Não acredite em tudo o que você vê nas fotos. Na verdade, tal como você (que nem está lendo esse post), eu estou vendo a imagem abaixo na TV do escritório:

Lembrando: Mano Menezes… o ouro é OBRIGAÇÃO!

Depois de um feriado de muito trabalho… “Don’t Worry… Be Happy”!

by

Devo confessar que, apesar do dia 01 de maio ser um feriado, foi um típico “Dia do Trabalho” para mim. E trabalho pesado. Afinal de contas, foi um grande trabalho migrar todos os meus blogs, os podcasts (que foram para outro servidor, e ainda precisam ser linkados de forma correta) e fazer todos os ajustes para que tudo funcione de forma correta. Aparentemente, tudo está funcionando, mas estou alerta para a bateção de cabeça que Hostgator e Locaweb ainda podem me promover.

De qualquer forma, estamos no ar de novo. Mais fortes, mais rápidos, mais consistentes. Como o TargetHD.net cresceu demais, a solução foi partir para uma hospedagem semi dedicada, ou uma hospedagem VPS. Com maiores possibilidades, acho que o blog vai crescer ainda mais, permitindo que eu expanda os meus negócios na internet. É como eu disse várias vezes nesse mês: eu estou indo para o tudo ou nada com essa história de ser um “empreendedor da internet”. Com isso, estou investindo pesado para ter a melhor estrutura possível para o meu trabalho. E apostando alto para que dê certo.

Mas esse não é o tema do post. O tema desse post é: quando você imagina que vai descansar, você vai carregar muita pedra. Mas entendo que essa é a tônica de quem quer vencer. E não estou falando da tônica com gin que você toma quando vai na balada. É a tônica do trabalho mesmo. Conheço muitos casos de sucesso que aproveitam aquelas algumas horas de sono perdido para produzir e ganhar dinheiro. Espero que, no futuro, esse seja o meu caso. Não preciso de 8 horas de sono mesmo. Então, quero aproveitar ao máximo essas outras horas onde a criatividade pode aflorar. São nesses momentos que soluções criativas aparecem.

Então, depois de um dia tenso, de ajustes, estresse, más notícias. É hora de relaxar. Não tive meu feriado, mas coloquei a minha fonte de renda no ar de novo, e isso é muito importante. Amanhã, a semana volta ao normal, e eu começo a preparar mais uma viagem para cobertura de evento de tecnologia (dessa vez, a Motorola).

Até lá, terei minhas boas horas de “Don’t Worry, Be Happy” debaixo dos edredons (por causa do frio).

Semana de Mobile World Congress = semana de muito trabalho

by

A Mobile World Congress é, sem sombra de dúvidas, um dos eventos mais legais do ano de tecnologia. Mesmo não podendo ir até Barcelona (ano que vem, se tudo der certo, estarei por lá), o TargetHD.net fez uma boa cobertura, com mais de 30 posts sobre o evento, e cobrindo os principais anúncios e lançamentos do evento.

Por consequência disso, não publiquei quase nada em meu blog pessoal. Mas isso não chega a ser problema. Pelo menos o compromisso foi cumprido, e usarei esse post para comentar um pouco sobre o evento.

O principal objetivo dos fabricantes nessa MWC 2012 foi mostrar que a bola da vez eram os novos processadores de dois ou mais núcleos. Uma vez que o Android se tornou um sistema omnipresente, restou aos principais envolvidos na feira a convencerem o consumidor que o seu produto era o mais potente. Pela primeira vez, vimos em profusão modelos com quatro núcleos de processamento, que resultaram em smartphones com configurações absurdamente potentes, com uma farta quantidade de memória RAM, e em alguns casos, chips gráficos dedicados, para que tudo seja executado de forma impecável. Com isso, os smartphones turbinados (ou “superphones”), com telas com dimensões generosas, foram as estrelas da feira.

Eles, e os tabletphones, que ficam no meio do caminho de smartphones e tablets. Apesar de parecer uma proposta um pouco estranha para a maioria de nós, tudo indica que os usuários estão cada vez mais propensos a aderirem aos dispositivos com telas mais amplas que o tradicional. Bom, isso está acontecendo lá fora. Aqui, não vejo muitas pessoas convencidas ainda a comprarem um dispositivo que “não é nem uma coisa, nem outra”. Mesmo assim, os números mostram que no mercado internacional, produtos como o Galaxy Note estão indo muito bem nas vendas (mais de 2 milhões de unidades vendidas), e isso se mostrou refletido em alguns lançamentos da feira de Barcelona, com outros fabricantes segundo os passos da Sul-coreana.

E a Nokia? A Nokia até que teve bastante destaque em Barcelona.

Apresentou dois novos smartphones, um deles (808 PureView) com uma câmera com um sensor de absurdos 41 megapixels reais, além de uma versão econômica do Windows Phone. Nada mal para uma fabricante que foi criticada pela pouca criatividade dos últimos anos. Não que vai mudar o mundo da tecnologia móvel (o 808 PureView deve mudar o mundo da fotografia nos celulares), mas são novidades mais elogiosas do que alguns modelos do passado.

Até a Microsoft deu as caras em Barcelona, para mostrar uma nova versão de desenvolvimento do Windows 8, a Consumer Preview. Versão essa que teve 1 milhão de downloads em apenas 24 horas. Isso mostra a curiosidade das pessoas em relação ao novo sistema, e que a primeira versão do Windows 8 foi bem vista por eles. Passo a passo, a Microsoft vai apresentando a sua proposta nova de sistema com interface integrada, nos smartphones, desktops, videogames e, futuramente, tablets. Se eles acertarem a mão (e estão acertando), não é nenhum absurdo que daqui a 5 anos, eles estarão dominando novamente o mercado, e em vários segmentos de produtos, e não só no sistema operacional de desktops.

Se há um grande destaque da MWC 2012, esse destaque está mesmo nos chips. Em um evento de mobilidade, os tablets foram quase esquecidos, os ultrabooks foram bem pouco mencionados, os netbooks oficialmente morreram (pelo menos para a Lenovo), e sem um Galaxy S III anunciado em Barcelona, a feira se concentrou em mostrar novos produtos que, em muitos casos, se destacava mais pelo clock do processador do que pelas suas características em si.

Enfim, é isso. Semana que vem tem iPad 3 chegando.