Início » Notícias » Tome a vacina e ganhe AirPods. Tá certo isso?

Tome a vacina e ganhe AirPods. Tá certo isso?

Compartilhe

Eu não recebi absolutamente nada para me vacinar contra a COVID-19. Primeiro, porque entendi que gostaria de permanecer vivo. Segundo, por entender que este é um gesto em prol do coletivo. Terceiro, porque ser negacionista neste momento é coisa de gente burra.

Agora, me incomoda um pouco ver alguns países “premiando” aqueles que não se vacinaram até agora com coisas que eu gostaria de receber e não vou.

E eu merecia receber essas coisas, pois já me vacinei. Duas vezes.

 

 

 

AirPods “salvam vidas”

O debate entre salvar vidas ou salvar a economia é simplesmente soterrado quando começam a premiar aqueles que vão se vacinar só agora nos Estados Unidos com unidades de AirPods ou cheque presente de graça.

É isso o que está acontecendo em alguns locais de Washington. Os jovens com idades entre 12 e 17 anos que receberem a primeira dose da vacina contra a COVID-19 em três centros designados receberão DE GRAÇA fones AirPods da Apple ou um cheque presente no valor de US$ 51.

 

 

A prática não é tão incomum assim, já que em outras oportunidades os vacinados norte-americanos de diferentes lugares foram premiados com as mais variadas coisas, indo de dinheiro até marijuana.

Já no Brasil, você fica horas na fila e torce para ter vacina, pois o Ministério da Saúde está um tanto quanto lento para fornecer as doses.

Mas… espere! Tem mais!

Os jovens que só vão se vacinar agora ainda vão participar de sorteios de iPads, fones de ouvido headphones e até uma bolsa de estudos no valor de US$ 25 mil!

Já aqueles jovens que se vacinaram não vão receber prêmio nenhum, exceto a consciência tranquila e uma relativa tranquilidade para ter uma vida um pouco mais próxima do normal antes dos demais.

 

 

 

A decisão é polêmica?

É claro que sim!

Muitos discutem o precedente que está se criando com tal gesto, e o tipo de sociedade maniqueísta e materialista que é alimentada. Que tipo de sociedade estamos criando quando colocamos elementos capitalistas como moeda de troca para que os jovens cumpram com o seu dever com o próximo nos aspectos sanitários?

Muitos países pensam em vacinar logo os jovens olhando para o retorno ao ensino presencial em 2022, incluindo o Brasil. Ou seja, para os pais que ficaram esse tempo todo defendendo que os filhos tinham que voltar para a escola, a hora mandar os filhos para a fila de vacina é agora.

Com ou sem os AirPods de forma gratuita.

 

 

Via 9to5Mac


Compartilhe