Compartilhe

mutacao-genes

Pesquisadores descobriram uma estranha mutação genética em dois irmãos, que os tornam imunes a uma grande variedade de infecções virais. O caso relatado em um estudo no New England Jornal of Medicine pode servir para conhecer melhor como o nosso corpo reage aos vírus e, eventualmente, desenvolver medicamentos mais eficientes.

A mutação genética encontrada nos dois irmãos de 11 e 6 anos de idade faz com que os vírus sejam incapazes de desenvolver uma película protetora externa, que as torna resistentes e perigosas aos organismos. Para construir a tal película, os vírus atacam células do corpo sadias. Porém, por causa da mutação, as células dos dois irmãos são incompletas, e não finalizaram um processo chamado glicosilção, que une um glúcido a outra molécula – geralmente uma proteína.

Resultado: os irmãos são imunes a vírus como herpes, influenza, dengue, hepatite C ou HIV. Porém, eles não estão imunes aos adenovírus, que não produzem essa película, e que normalmente causam infecções nas vias respiratórias. [

Os irmãos estão sendo estudados no Instituto Nacional de Alergias e Enfermidades Infecciosas (NIAID) em Maryland (Estados Unidos. Infelizmente, essa mutação resulta também em graves problemas de saúde, como ossos fracos, problemas no ouvido e outras doenças. Até agora, apenas mais um caso similar foi registrado, em um bebê que faleceu com 74 dias de vida.

Via NBC News


Compartilhe