Compartilhe

Eu não posso ter muitas distrações na hora de escrever meus textos para os meus blogs. Caso contrário, eu cometo erros primários de português que, de forma bem estranha, se transformam em um verdadeiro açúcar para as formigas conectadas que me cornetam de tempos em tempos.

Mas não posso culpar essas formigas raivosas cagadores de regra. Elas estão certas em tentar me corrigir sem considerar que passo pelo menos seis horas do meu dia alimentando os blogs de conteúdo para que as pessoas recebam informação, entretenimento e nudes de graça (mentira: nunca publiquei informação séria – e nem nudes).

Além disso, são só formigas. Por que eu tenho que me preocupar com animais irracionais?

Deixando as provocações de lado, fato é que eu uso um editor de texto simples e minimalista para produzir conteúdos com o mínimo de distrações. Normalmente uso o Write-Box, mas de vez em quando adoto o DraftIn (pela sua capacidade em salvar os conteúdos online). Porém, o favorito de muita gente é o iA Writer, pelos mesmos motivos das minhas alternativas: um design simples para o que realmente importa: escrever.

Porém, se você procura uma alternativa gratuita e baseada na web que não é nenhuma dessas que eu indiquei, quem sabe você pode dar uma chance para o Writty. Ele é um editor de texto open source que acaba de ser lançado oficialmente, e merece um pouco de sua atenção.

 

 

 

Simplicidade e privacidade

 

Você nem precisa criar uma conta para usar o Writty, e ele conta com uma extensão para o Google Chrome que facilita as coisas. Além disso, ele não armazena o seu conteúdo em nenhum outro lugar que não seja o seu navegador web. Bom, isso é o que a plataforma promete, é claro (só o tempo vai dizer se cumpre).

Obviamente, o Writty conta com o tão amado modo escuro (mesmo porque sem isso ele passa desapercebido diante dos demais aplicativos), que pode ser ativado ou desativado na parte superior direita de sua interface. Do lado esquerdo, uma barra de ferramentas permite inserir os efeitos básicos no texto (negrito, sublinhado, itálico, etc), ou até mesmo enviar uma imagem que está armazenada no seu computador.

 

via GIPHY

 

Abaixo desta barra de ferramentas, um contador de caracteres mostra o progresso do seu texto. Ao final, você pode fazer o download do documento produzido em três formatos: .PDF, .HTML e .TXT. E, antes que você pergunte… o MarkDown é algo que os seus responsáveis querem adicionar no futuro.

Sim… eu leio mentes…

No final das contas, é uma boa ideia manter o Writty salvo nos seus favoritos, uma vez que o projeto tem um interessante potencial de melhora para as futuras versões. Pode ser a ferramenta perfeita para aqueles momentos onde você precisa digitar aquele texto rápido sobre a confirmação de um certo #SnyderCut (graças a Deus que essa história finalmente vai chegar ao fim) e não quer instalar um editor de texto no computador público ou do amigo só para isso.

Aliás, eu recomendo fortemente que você também teste as outras alternativas de editores de texto online que mencionei nesse post. Quem sabe uma delas pode atender as suas necessidades.


Compartilhe