A história da CyberSlice, a primeira pizzaria online da internet | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Internet » A história da CyberSlice, a primeira pizzaria online da internet

A história da CyberSlice, a primeira pizzaria online da internet

Compartilhe

Em 1995, pedir pizza pela internet era algo inimaginável. Porém, o filme “A Rede”, protagonizado por Sandra Bullock, tornou isso possível, uma vez que inspirou o nascimento de uma empresa chamada CyberSlice, que inaugurou o negócio de pizzas online.

O projeto era tão ambicioso para a sua época, que até Steve Jobs se envolveu nele. Logo, vale a pena fazer uma breve revisão em uma das histórias mais interessantes do mundo da tecnologia.

 

 

 

Sim… pedir pizzas na internet sempre foi uma boa ideia

 

 

A CyberSlice não foi a primeira a pensar nisso. Em 1994, o Pizza Hut fez um experimento com o Pizza Net, mas o mundo não estava preparado para isso. A rede vendeu apenas 10 pizzas por semana.

Mas aí veio o filme “A Rede”, e Sandra Bullock acessou o site Pizza.net em um PC com Windows 3.1 (enquanto jogava Wolfstein 3d em um PowerMac) e pediu a comida que iria alimentar a sua fome por US$ 14.

O empreendedor Tim Glass viu o filme e ficou obcecado com essa ideia, a ponto de considerar a pizza online como algo do futuro (e o tempo mostrou que ele tinha razão). Então, ele criou a CyberSlice em 1996.

A patente dos pedidos de produtos via internet foi registrada, a tecnologia para transformar o projeto em algo real foi desenvolvida… mas faltava alguma coisa.

Ou melhor, alguém.

Mais especificamente, Steve Jobs.

 

 

 

Quando Steve Jobs começou a promover pizzarias online

 

 

A parceria da CyberSlice com a NeXT foi algo fundamental para o projeto dar certo, pois foi a empresa de Steve Jobs que desenvolveu a tecnologia WebObjects utilizada na iniciativa.

O próprio Jobs pessoalmente promoveu o CyberSlice, entregando sua credibilidade para fornecer a tecnologia necessária para um projeto que “combinava a diversão com um conceito empresarial inovador” (palavras do próprio).

Aliás, Steve Jobs foi o primeiro cliente da CyberSlice, fazendo o primeiro pedido durante uma coletiva de imprensa em Redwood City, Califórnia.

17 dias depois, a Apple comprou a NeXT. E o resto da história de Jobs você já conhece.

A CyberSlice funcionava da seguinte forma:

  • O cliente fazia o pedido da pizza no site da CyberSlice.
  • O site ativava uma chamada telefônica automatizada para a pizzaria, e uma voz robótica ditava o pedido para o atendente.
  • O pedido era preparado pela pizzaria e entregue na sua casa.

 

No começo, a CyberSlice enfrentou uma série de problemas técnicos e de conveniência e, no final das contas, era mais fácil ligar diretamente para a pizzaria por telefone.

 

 

 

O mundo não estava preparado para pedir pizzas pela internet

 

 

Foram investidos US$ 54 milhões na publicidade da CyberSlice nos quatro grandes portais de internet na época por quatro anos e, ainda assim, tudo deu errado. Inclusive porque a publicidade online da época não era a mesma de hoje.

Depois do fracasso, a CyberSlice passou a se chamar CyberMeals para expandir o seu negócio e queimar dinheiro no processo. Em 1999, a CyberMeals já se chamava Food.com e, agora sim, conseguiu um relativo sucesso no mercado.

De qualquer forma, a ideia original de vender pizzas pela internet foi muito melhor explorada por outras empresas, e hoje raramente usamos o telefone para pedir uma pizza, comida chinesa ou qualquer alimento por delivery.

Mas tudo começou com a CyberSlice. Ou melhor, com um filme da Sandra Bullock.

 

 

Via mike.passwall.com,


Compartilhe