Início » Notícias » Afirmo desde já: Mobile World Congress 2021 não será presencial

Afirmo desde já: Mobile World Congress 2021 não será presencial

Compartilhe

Não precisa ser nenhum Sherlock Holmes para concluir que, por mais que a GSMA insista no assunto, a Mobile World Congress 2021 (MWC 2021) não será presencial.

Até porque não dá para ter uma feira presencial sem os principais protagonistas do mercado mobile.

Entendo os motivos que levam a GSMA a insistir tanto no evento presencial.

Por outro lado, só os membros dessa entidade ainda não entenderam que o grande problema que o mundo está enfrentando neste exato momento ainda não está resolvido.

E ninguém vai querer correr riscos. Ainda.

 

 

 

Quem já pulou fora da MWC 2021?

 

 

Uma galera de peso.

Marcas e empresas muito importantes já desistiram da Mobile World Congress 2021, e o motivo de todas essas empresas é o mesmo: ainda não dá para participar de um evento presencial.

Pode parecer um baita mimimi para os irracionais, mas neste momento não temos muitas pessoas imunes no mundo.

Tudo bem, nenhum país do mundo está tão lento quanto o Brasil para imunizar a população. Mas os demais países ainda enfrentam dificuldades para encontrar vacinas.

Incluindo a Espanha, é claro.

Por conta deste cenário, Nokia, Sony, Ericsson, Facebook e Oracle já anunciaram que não vão participar da MWC 2021 de forma presencial.

Não será surpresa se outras empresas anunciarem a desistência do evento nas próximas semanas.

E, dessa forma, a GSMA não terá outra alternativa, a não ser cancelar o evento presencial que estava planejando.

 

 

 

O que a GSMA estava preparando para a MWC 2021?

 

 

Os planos da GSMA para a MWC 2021 eram ambiciosos, considerando o cenário que vivemos neste momento.

A Mobile World Congress 2021 (enquanto ela ainda existir no formato proposto) terá 50 mil pessoas percorrendo os seus pavilhões.

Para isso acontecer, a GSMA definiu um protocolo específico para visitantes e participantes:

 

  • Antes de sair de casa, os viajantes para alguns destinos devem apresentar um teste Covid-19 negativo antes de poderem embarcar em aviões e viajar para a Catalunha. As autoridades espanholas irão ditar este requisito.
  • Os participantes que chegarem de trem ou carro serão direcionados aos centros de teste do MWC para validar seu estado de saúde.
  • Todos os participantes devem apresentar um teste rápido negativo válido para acessar o local do evento. O teste deve ser repetido a cada 72 horas, notificando os participantes por meio do aplicativo My MWC.
  • Haverá vários centros de teste disponíveis para oferecer suporte a testes rápidos.
  • Todos os testes serão realizados por pessoal qualificado em colaboração com as autoridades sanitárias catalãs.
  • Enquanto você estiver no local, verificações de temperatura também serão realizadas em todos os pontos de acesso.

 

 

 

Por que a MWC 2021 não será presencial?

 

Porque o mundo ainda não está seguro.

Considerando que este é um evento que recebe pessoas do mundo todo, e que a vacinação ainda está ganhando tração, não dá para controlar de forma eficiente um contingente de pessoas tão grande.

A GSMA está pedindo para acontecer um pequeno desastre epidemiológico.

De novo: eu entendo que alguém vai morrer com um enorme prejuízo nas mãos se o evento não acontecer de forma presencial.

Mas antes uma entidade perdendo uma enorme quantidade de dinheiro do que pessoas perdendo vidas.

Sim. Sou radical. Me julgue.


Compartilhe