Elon Musk está mesmo conversando com uma versão do seu cérebro na nuvem? | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Tecnologia » Elon Musk está mesmo conversando com uma versão do seu cérebro na nuvem?

Elon Musk está mesmo conversando com uma versão do seu cérebro na nuvem?

Compartilhe

Antes que você diga que Elon Musk está maluco (e eu entendo que isso é completamente compreensível), é importante deixar claro que essa história de enviar o cérebro para a internet é um tema recorrente da ficção-científica. Há quem diga que Tony Stark fez isso, e essa é a forma que Robert Downey Jr vai voltar para os filmes da Marvel.

Então, tudo o que Elon Musk fez foi abandonar a ficção, apresentando esse conceito tecnológico como uma realidade teórica. O CEO da Tesla e SpaceX, sem qualquer tipo de pudor, limite ou freio por um eventual consumo de substâncias proibidas, publicou no Twitter (aquela mesma rede social que ele está com problemas na justiça porque se recusou a comprar), que já enviou o seu cérebro para a nuvem e conversou com ele.

Desse jeito que eu acabei de escrever.

 

 

 

Como assim?

O criador da criptomoeda Dogecoin (alguém que, ao que tudo indica, se tornou muito amigo de Elon Musk) Shibetoshi Nakamoto, perguntou para Musk no Twitter: “Se você pudesse enviar o seu cérebro para a nuvem e conversasse com uma versão virtual de você mesmo, vocês seriam amigos?”.

E Elon Musk respondeu: “Eu já fiz isso”. Desse jeito.

É claro que qualquer pessoa normal poderia tomar essa resposta de Musk como uma grande brincadeira ou – de novo – efeito do uso de drogas de forma contínua. Aliás, a gente precisa parar de levar o dono da Tesla tão a sério nas redes sociais.

Porém, não podemos nos esquecer jamais que estamos falando de alguém que possui uma empresa que está desenvolvendo coisas muito revolucionárias (se forem levadas a sério, obviamente). Como, por exemplo, chips que serão implantados no cérebro.

Ou seja, é de se pensar que existe mesmo a possibilidade de Musk ter conversado com ele mesmo em algum momento.

Além disso, outro ponto muito relevante nesse cenário é o fato de Elon Musk ser co-fundador da Neuralink, a empresa que está produzindo os tais chips que podem se conectar ao cérebro e permitem usar o smartphone e outros dispositivos com o pensamento.

Ou seja, o upload do cérebro de Elon Musk pode muito bem ser um dos inúmeros projetos que a Neuralink está desenvolvendo neste momento. E nada melhor do que um dos donos da empresa conversar com ele mesmo.

A Neuralink ainda não tem aprovação para usar os seus chips nas pessoas, por conta dos questionamentos sobre a ética de uso desta tecnologia. Já a empresa ignora essa preocupação, e pretende começar a implantar esses chips em voluntários ainda em 2022.

 

 

 

Enviar um cérebro para a nuvem é algo bem complexo

De novo: devemos realmente considerar a possibilidade de a Neuralink estar trabalhando em uma tecnologia que pode enviar uma versão do cérebro humano para a nuvem para uma conversa com a versão digital, e isso é muito diferente do que implantar chips na mente das pessoas para um eventual controle do indivíduo.

E mesmo que Musk afirme que conseguiu conversar com uma versão digital de sua mente, isso é algo pouco provável de realmente ter acontecido tal e como pensamos como seria. Não temos tecnologia suficiente para ter um sistema de clonagem de dados do cérebro para envio na nuvem a ponto desse mesmo sistema estar em fase de testes.

Logo, de forma racional, temos que considerar a fala de Elon Musk como uma brincadeira, mas com um certo fundo de verdade.


Compartilhe
@oEduardoMoreira