Início » Variedades » Em 11 anos…

Em 11 anos…

Compartilhe

1-1-11

Em 11 anos, você percebe que a vida muda muito mais do que você imagina, mas mantém a sua essência. Você em si muda menos que você imaginaria, mas o suficiente para ser uma pessoa melhor ou pior.

Em 11 anos, você pode ter dois filhos ou mais, e constituir uma família. Ou ter filho nenhum, mas ajudar os filhos dos outros a seguirem em frente na vida. Estimular mentes criativas a realizarem grandes feitos. Feitos que você não fez. Mas se inspira com isso. E decide arriscar tudo para crescer na vida.

Em 11 anos, você vê o seu time sendo campeão do mundo, vê o time dos outros quase sendo rebaixado, vê o STJD impedindo que outros times sejam rebaixados. Em 11 anos, você vê times de tradição sendo rebaixados mais de uma vez. Vê o Brasil ser humilhado em casa, perdendo de 7 a 1. E se dá conta que nada vai mudar nesse aspecto. E continua a acompanhar outros esportes.

Em 11 anos você vê que a fome acabou no Brasil. Mas acabou junto com a fome de senso crítico. Percebe a hipocrisia de colocar como ‘classe média’ pessoas que não conseguem pagar suas contas com dignidade. Vê como nossas estatais são roubadas. Percebe nitidamente como funciona o jogo do poder. E se enoja com isso.

Em 11 anos, você se apaixona mais pela NFL, NBA, Baseball, F1, NASCAR e outros esportes. É mais e mais feliz porque em 16 das 52 semanas, você terá na sua casa o Monday Night Football. Em 11 anos, reforça o conceito que Daytona 500, Indianapolis 500, Super Bowl e derivados são oportunidades de viver um ‘Natal fora de época’.

Em 11 anos você troca algumas vezes de TV a cabo, muda uma vez de casa, pensa em mudar de cidade, mas desiste de tantas mudanças. Entende que a estabilidade é a melhor coisa que você pode ter na vida, e luta por essa estabilidade. Para o bem de todos.

Em 11 anos, você entende que a melhor forma de calar a boca dos seus críticos é seguir fazendo o seu trabalho, e acreditando no potencial que o seu trabalho tem. Entende que sempre vai ter alguém que vai dar um ‘dislike’ em seus posts ou vídeos. Normalmente é alguém que ou não faz nada, ou queria ter a mesma visibilidade que você.

Em 11 anos, você aprende que viver de blog é algo muito difícil. Mas segue em frente porque é isso que concretiza os seus sonhos. Aliás, você entende que não existe coisa melhor do que fazer aquilo que você ama, na hora que você quer, do seu jeito. É a concretização dos sonhos de metade das pessoas que você conhece. E isso é simplesmente sensacional.

Em 11 anos, você se apaixona várias vezes pela mesma mulher. Enfrenta altos e baixos, sente medo de perdê-la. Mas não perde. Em 11 anos, você vê que é ela a pessoa mais importante de sua vida. É o motivo pelo qual vale a pena acordar todas as manhãs para fazer o que sabe fazer, ou o que precisa ser feito para viver com ela. Entende que amar alguém vai além do envolvimento físico, do reconhecimento, da entrega, da reciprocidade.

Você entende que, em 11 anos, esse post jamais poderia ser escrito…

…se não fosse por ELA.


Compartilhe