facebook

Omar Famuyide, um delinquente acusado de várias tentativas de furto, roubo e posse de armas, era procurado a algum tempo pela polícia de Birmingham (Reino Unido). Mas isso não o impedia de ter uma vida social, e como qualquer outro jovem de 21 anos, tinha uma conta no Facebook.

Coisas do destino: o seu perfil foi cruzado com o perfil de uma de suas vítimas, que reconheceu Omar Famuyide, e não pensou duas vezes, entrando em contato com a polícia para avisar o que estava acontecendo. Por conta dessa pista, as autoridades puderam localizar o delinquente, que foi preso e condenado a 17 anos de prisão.

A seção “pessoas que talvez você conhece” do Facebook não só mostra sugestões de amigos próximos e relacionados com os seus amigos, mas tenta ir um pouco além, mostrando contatos baseados em locais onde você viveu, o tipo de trabalho ou locais que você frequenta. Isso faz com que você encontre algumas vezes com ilustres desconhecidos… ou com o cara que roubou o seu iPhone meses antes.

E ainda dizem que as redes sociais não aproximam as pessoas… se pode te aproximar do ladrão que te prejudicou, que dirá o que pode fazer com causas mais edificantes.

Via Gizmodo UKBBC