Compartilhe

Eu poderia ganhar R$ 1 (ou R$ 1.000, por que não?) a cada vez eu ouço por aqui frases como “não foi isso o que eu quis dizer” ou “eu não quis dizer isso”, ou melhor “eu nunca quis que você pensasse dessa forma”.

A língua portuguesa é linda. Bem falada e escrita, é maravilhosa. Eu sei que cometo vários erros de concordância e de tempos verbais em muitos dos textos que escrevi ao longo da vida. Mas se tem um erro linguístico que eu desvio mais do que fujo dos boletos para pagar é cair nessa regra do “não foi isso o que eu quis dizer”

Eu sempre deixo muito claro tudo o que eu penso, para quem quiser ler e ouvir. Assim como deixo claro que a minha regra é “eu sou responsável por aquilo que eu falo, mas não na forma que você entende”.

Poucas pessoas nesse mundo tiveram a capacidade de distorcer a narrativa com eficiência. Até Steve Jobs, mestre nessa nobre arte, teve que reconsiderar falas quando o Antennagate do iPhone 4 quase colocou tudo a perder.

Agora… o que eu vejo de gente por aí usando a tática do “eu nunca disse isso” quando não só disse mas também fez acontecer…

Eu ficaria MILIONÁRIO!

Acho até divertido quando as pessoas tentam refazer as suas narrativas diante de resultados desastrosos. Depois que o mundo caiu e que os acontecimentos mostram que você estava completamente equivocado sobre a sua perspectiva, é muito cômodo mandar o “não foi isso o que eu quis dizer”, e jogar tudo na teórica ignorância ou falta de compreensão alheia.

Quer dizer… não que não seja o caso….

Mesmo assim…

Ainda tenho a esperança que algumas pessoas aprendam com a dura lição. Eu mesmo aprendi, e muito. Mas mantenho o meu sorriso no rosto em poder bancar a minha narrativa inicial.

Não foi por culpa minha que deu errado. Pois eu jamais compraria um carro batido.


Compartilhe