Compartilhe

Quando se fala na Razer, a maioria das pessoas que estão por dentro do mundo da tecnologia pensa rapidamente nos produtos pensados para os games. E, de fato, a marca é mundialmente reconhecida dentro desse segmento. Porém, a mesma Razer afirma que lançou um notebook de alto desempenho pensado no trabalho profissional e na produtividade em qualquer lugar: o Razer Book 13.

Até quando isso é plausível?

 

 

 

Dá pra trabalhar, mas rola uma jogatina de vez em quando

 

 

É óbvio que a Razer não vai abandonar o seu DNA gaming da noite para o dia. Por isso, apesar do Razer Book 13 contar com uma estética mais sóbria, não dá para não pensar nos jogos em PCs quando olho para ele. De qualquer forma, ele é bem mais discreto do que os notebooks voltados para os games que a marca produz.

Mas é olhando um pouco mais para os detalhes e com critério que percebemos claramente que o Razer Book 13 é mesmo voltado para os mais produtivos. Sua tela de 13.4 polegadas pode receber uma resolução máxima em 4K touch, com taxa de atualização de 60 Hz, ângulos de visão de 178 graus, aspecto 16:10 para ganhar mais espaço na vertical e bordas que a Razer alega que são as mais finas do mundo para um notebook com essas dimensões.

A vontade de ser um notebook gaming está presente em outros detalhes, como o teclado retro iluminado Razer Chrome RGB com suporte para iluminação individual de tecla, que pode ser útil na hora de mapear o teclado para as edições de vídeos e também para (é claro) os jogos.

O Razer Book 13 recebe os processadores Intel de décima primeira geração Tiger Lake, acompanhado dos gráficos dedicados Iris Xe Max, até 16 GB de RAM LPDDR4 e até 512 GB de SSD PCIe. Na conectividade, ele recebe o WiFi 6, Bluetooth 5.1, duas portas USB-C com Thunderbolt 4, porta USB 3.2 adicional, saída HDMI 2.0a, leitor de cartões de memória microSD, webcam HD com Windows Hello e áudio estéreo com suporte THX Spatial Audio com som de 360 graus.

Agora… vai me dizer se o conjunto acima não agrada até mesmo aos gamers mais casuais?

Uma das melhores coisas que o Razer Book 13 pode oferecer para você é a autonomia de bateria. Ele pode trabalhar por até 9 horas longe da tomada, e 30 minutos de recarga garantem pelo menos 4 horas de funcionamento.

 

 

 

Razer Book 13: primeira opinião

 

 

O Razer Book 13 é um notebook compacto e ultrafino, bem diferente do que a marca normalmente entrega dentro de suas linhas de computadores portáteis para os games. É uma forma de diversificar e explorar outras alternativas para conquistar usuários que não são necessariamente aqueles que já são clientes dos seus produtos.

A busca por usuários profissionais é justa. Todo grande fabricante de hardware faz isso, e os equipamentos para games da Razer são ótimos. Ou seja, faz todo o sentido do mundo oferecer os seus produtos para outros segmentos de mercado. É uma forma inteligente de expandir o prestígio da marca.

A seguir, versões e preços do Razer Book 13:

Tela FHD+ / Core i5-1135G7 / 8GB / 256GB, por US$ 1.199.
Tela touch FHD+ / Core i7-1165G7 / 16GB / 256GB, por US$ 1.599.
Tela touch 4K / Core i7-1165G7 / 16GB / 512GB, por US$ 1.999.

 

 

Via Razer


Compartilhe