Vale a pena comprar o Redmi Note 10 em 2022? | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Dicas de Compras » Vale a pena comprar o Redmi Note 10 em 2022?

Vale a pena comprar o Redmi Note 10 em 2022?

Compartilhe

Quem sou eu para dizer o que você deve ou não fazer com o seu dinheiro. Mas posso deixar alguns conselhos sobre como investir bem a grana em dispositivos de tecnologia. Se você aceitar, é claro.

Um dos dispositivos cogitados pelos compradores brasileiros para este começo de 2022 é o Redmi Note 10, um modelo que ainda pode ser útil na mão de alguns usuários, apesar do Redmi Note 11 aparecer no horizonte.

Neste post, vamos descobrir juntos se o Redmi Note 10 ainda pode valer a pena em 2022. E não confunda com o Redmi Note 10 5G, lançado pela Xiaomi em 2021, que é bem diferente em alguns aspectos importantes.

 

 

 

Os prós e os contras do Redmi Note 10

Podemos destacar como pontos positivos do Redmi Note 10 a presença de uma tela AMOLED, quatro câmeras na parte traseira, recarga rápida de bateria a 33W (com carregador incluído no kit de venda), bateria com autonomia para mais de um dia de uso e compatibilidade com áudio Hi-Res.

Todos os itens descritos no parágrafo anterior apontam para um dispositivo realmente muito bom nas especificações técnicas gerais, mas nem tudo são flores neste modelo. Suas câmeras secundárias não são grande coisa, o desempenho nas fotos noturnas é sofrível, ele peca na memória RAM, sua tela não possui sequer 90 Hz de taxa de atualização, e o 5G fica de fora.

Falando um pouco mais das câmeras, o sensor principal de 48 MP dá conta do recado em condições de boa luminosidade. Por outro lado, o sensor macro de 2 MP é sofrível, principalmente em cenários com pouca luz e fotos noturnas.

De um modo geral, você vai registrar fotos decentes no Redmi Note 10, ou pelo menos compatíveis com o que esperamos de um dispositivo do seu porte.

 

 

 

Quais são os principais concorrentes do Redmi Note 10

Pra começar, é impossível não compará-lo com o Redmi Note 11, que é um passo adiante em detalhes como tela (AMOLED a 90 Hz), mas que conta com as mesmas câmeras secundárias mais débeis. Fique de olho no preço, pois a relação custo-benefício do novo modelo tende a ser melhor.

O Realme 8 5G é outro forte concorrente, já que conta com as novas redes de telefonia móvel como ponto a seu favor. Por outro lado, apesar de contar com uma tela de 90 Hz, ela não é AMOLED. E sua recarga rápida é mais lenta (18W).

Por fim, o Redmi Note 10 também briga com o Samsung Galaxy A22 5G, que é mais caro, mas conta com as novas redes de telefonia móvel. A tela do modelo dos coreanos também não é AMOLED, e o dispositivo deixa a desejar na recarga rápida e na menor variedade de câmeras, integrando uma ultra grande angular de baixa resolução (5 MP).

 

 

 

Conclusão

A compra (ou não) do Redmi Note 10 depende totalmente de você, de suas possibilidades financeiras e dos seus objetivos com o smartphone.

O post apresenta todos os elementos mais básicos para ajudar na sua decisão de compra. E com essas informações em mente, eu torço para que você tome a melhor decisão para atender as suas necessidades.


Compartilhe
@oEduardoMoreira