Windows 11 em um Pentium 4? É possível! | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Software » Windows 11 em um Pentium 4? É possível!

Windows 11 em um Pentium 4? É possível!

Compartilhe

A Microsoft afirma que não dá para instalar o Windows 11 em qualquer computador, principalmente por causa do famigerado TPM 2.0. Mas em um segundo momento, liberou a atualização para qualquer equipamento com as configurações mínimas, desde que o usuário seguir por sua conta e risco sem atualizações e correções.

Agora, estamos testemunhando alguns experimentos muito interessantes com o Windows 11 envolvendo equipamentos com configurações não compatíveis com os tais requisitos mínimos. Mas acho que o mais radical que testemunhei até agora foi esse que recebe destaque neste post.

Afinal de contas, quem poderia imaginar que o Windows 11 poderia rodar em um computador com um processador Intel Pentium 4?

 

 

 

O Windows 11 em um Pentium 4: como foi?

Pois bem, um entusiasta em tecnologia conseguiu executar o Windows 11 em um computador com processador Intel Pentium 4. Para os mais jovens que nunca viram um chip desse na vida, saibam que ele foi comercializado em 2006 e conta com apenas um núcleo de processamento.

Um chip como esse jamais deveria receber o Windows 11. Mas por conta de alguma mágica ou macumba, a ferramenta oficial de verificação da Microsoft aceitou a instalação do sistema operacional no equipamento sem maiores problemas.

Ou seja, a Microsoft, que prometeu ser “inflexível” no tema das especificações mínimas para a instalação do Windows 11, se mostra muito mais flexível do que poderíamos imaginar.

Em termos práticos: eu, você e qualquer outra pessoa que está com tempo e disposição para isso pode instalar o Windows 11 em máquinas mais antigas e, teoricamente, não compatíveis com este software. Mas este caso é o extremo deste cenário.

O equipamento que recebeu o Windows 11 possui as seguintes configurações:

  • Processador Intel Pentium 4661 3,6 GHz
  • Placa mãe ASUS P5Q com 4 GB RAM DDR2 800
  • Gráficos NVIDIA GeForce GT 710
  • SSD de 120 GB

Dá para ver que rolou uma certa “trapaça” ou “gambiarra” por parte do usuário que fez este experimento. Mesmo assim, o mais curioso é que o PC Health Check da Microsoft simplesmente ignorou o processador com mais de 15 anos de vida e apenas um núcleo de processamento, e considerou todos os outros elementos de hardware presentes para validar os requisitos.

Algo simplesmente inexplicável, pois a mesma Microsoft deixou de fora da lista de hardware compatível uma enorme lista de processadores muito mais modernos e com desempenho de sobra para executar o Windows 11. Chips como o Core i7-7700K e alguns modelos Ryzen da AMD foram simplesmente ignorados.

Mas o tal Pentium 4, que nem passa perto de ter o chip TPM, foi compatível com o Windows 11.

Um detalhe a ser observado é que o teste aconteceu a partir de uma instalação do Windows PE em um sistema de partição legada no padrão MBR. Não só o Windows 11 foi instalado e funciona com essa configuração de hardware, mas também recebeu a última atualização de segurança, algo que a Microsoft afirmou por diversas vezes que não aconteceria em equipamentos não compatíveis, sob o argumento de “melhorar a segurança de todos os equipamentos”.

Diante de tudo isso, é melhor que a Microsoft libere logo o Windows 11 para qualquer computador, já que tudo o que o usuário precisa mesmo é investir em uma boa placa gráfica e um SSD para que o sistema seja aceito em qualquer processador.


Compartilhe