Cubitus, o notebook que se transforma em desktop | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Notebooks e Ultrabooks » Cubitus, o notebook que se transforma em desktop

Cubitus, o notebook que se transforma em desktop

Compartilhe

O Cubitus é um híbrido entre notebook e desktop, que promete dar uma maior praticidade de design para os usuários que precisam da mobilidade de um computador portátil, mas sem abrir mão da real potência de um desktop.

O produto é um daqueles conceitos que tentam abraçar de forma efetiva públicos com perfis mais específicos e exigentes, além de surgir como alternativa para um problema que não foi completamente resolvido pelos notebooks gaming disponíveis no mercado.

 

 

 

Notebooks não foram feitos para usar sobre a mesa

 

 

Eu confesso que prefiro os notebooks. Nesse momento, eu tenho três computadores portáteis para finalidades diferentes, e o meu computador principal é um laptop gaming que jamais foi para o meu colo, já que sempre atuou como desktop.

Normalmente utilizamos o notebook como laptop quando precisamos dele para o trabalho remoto, o estudo ou os games. E é aqui que nascem os problemas para alguns usuários.

Um notebook não foi projetado para ser utilizado sobre a mesa, e o seu design obriga os usuários a abaixar o pescoço para ter uma plena visualização da tela. Agora, fique algumas horas nessa posição, e suas costas, ombros e pescoço vão mover um processo trabalhista contra você em forma de dores insuportáveis.

Para quem vai trabalhar por muitas horas, um desktop é muito mais cômodo, já que o monitor está separado do mercado, deixando a tela em uma altura bem mais elevada. O ideal é que a tela fique na altura dos olhos, evitando assim que o seu pescoço fique dobrado.

Pois bem, o Cubitus quer ajudar a minimizar (ou resolver) este e outros problemas de postura do usuário.

 

 

 

O que o Cubitus tem de tão diferente?

 

 

O Cubitus possui um suporte mecânico para elevar a tela, de modo que o notebook se transforma em um desktop tradicional. O curioso de sua engenharia é que essa solução não resulta em um aumento do espaço ou de espessura da tela.

O braço dobrável se esconde na própria tampa do computador. Ao se estirar, ele eleva a tela na mesma altura dos olhos, além de integrar os cabos necessários para conectar a tela com os demais componentes do PC.

Sério: por que ninguém pensou nisso antes?

O Cubitus por enquanto é um design conceitual, que não tem previsão de lançamento para chegar ao consumidor final. Ele já foi oferecido para os principais fabricantes do setor, e quem sabe um deles abrace a ideia para disponibilizá-lo ao mercado.

A ideia é excelente, e com certeza vai resolver o problema de muitos usuários que passam horas e horas trabalhando na frente do computador, mas que não abre mão da portabilidade de um notebook no seu computador pessoal.

 

 

Via Bullfrag


Compartilhe