É possível morrer de overdose de cafeína? | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Dicas, Truques e Macetes » É possível morrer de overdose de cafeína?

É possível morrer de overdose de cafeína?

Compartilhe

Eu amo café. Mesmo. E preciso dele para ser um ser humano melhor.

Faço o meu trabalho nos blogs com prazer, e sou feliz em poder escolher os meus horários para trabalhar. Sei que a maioria das pessoas não pode fazer isso. Logo, não posso reclamar.

Porém, também entendo que tenho que acordar cedo todos os dias para dar conta da demanda de trabalho diário. E sei o quanto isso custa ao meu humor. Acordar cedo ainda é um problema para mim, e isso só pode ser resolvido com um grande copo de 480 ml cheio de café preto e quente.

Mas… o quão perigoso pode ser o café na minha e na sua vida?

 

 

 

É possível sofrer uma overdose de cafeína?

Qual é a quantidade de café que pode começar a representar um perigo para a nossa saúde?

Bom, não existe uma resposta exata e precisa, pois essa quantidade pode variar de pessoa para pessoa. A boa notícia é que sempre existem sintomas que podem indicar o excesso, e isso serve como sinal de alerta para cada indivíduo.

A cafeína é uma droga estimulante de baixo risco. Porém, ainda assim, possui propriedades viciantes e que afetam o organismo de diferentes formas.

O trabalho para ‘limpar a imagem’ do café nos últimos anos foi bem eficiente, a ponto de encontrarem benefícios no consumo da bebida, como a presença de antioxidantes, propriedades anti-inflamatórias e até mesmo ajuda no emagrecimento.

Mas… café não é água, e existe um ponto onde a cafeína começa a afetar negativamente no nosso organismo.

 

 

 

Quanto café posso tomar sem ficar doido?

Vale lembrar que vários outros produtos que consumimos todos os dias contam com cafeína, como o chocolate e as bebidas energéticas. Logo, o café não é o único vilão neste caso.

A maioria das pessoas pode suportar sem maiores problemas entre 400 e 500 miligramas de cafeína por dia, ou aproximadamente 5 xícaras de café pequenas.

O problema é que cada pessoa é um universo. Conheço pessoas que ficam elétricas com uma ou duas xícaras de café, e outras se alteram com uma quantidade ainda menor.

Logo, em linhas gerais, a partir de 8 xícaras de café diárias, o consumo de café começa a ser perigoso para qualquer pessoa.

 

 

 

Os sintomas do excesso da cafeína no organismo

Se você perceber que tem alguns desses sintomas depois que tomou café recentemente, é possível que já seja a cafeína consumindo a sua alma:

  • Inquietação
  • Nervosismo
  • Excitação
  • Insônia
  • Cara corada
  • Diurese (você não consegue parar de urinar)
  • Distúrbios gastrointestinais (dor de estômago, diarreia)
  • Contrações musculares
  • Pensamento e discurso incoerentes
  • Taquicardia ou arritmia cardíaca
  • Períodos de exaustão
  • Agitação psicomotora

 

 

 

A quantidade de cafeína para sofrer uma overdose

De novo: a cafeína é uma droga estimulante de baixo risco. Ou seja, uma overdose com ela é algo quase impossível.

De qualquer forma, para isso acontecer, um adulto precisa beber cerca de 10 gramas de cafeína em um dia. Uma xícara de café tem entre 80 e 175 miligramas dessa substância. Logo, para cometer suicídio em um dia de fúria no escritório com a ajuda do Nexpresso, você precisa consumir entre 50 e 100 xícaras de café em um único dia.

E, convenhamos… quem bebe essa quantidade de café por dia?

Logo, podemos concluir que você será uma pessoa plenamente saudável com as suas 5 xícaras de café por dia. Se você está grávida ou é um hipertenso, tente não passar das duas xícaras de café.

E procure sempre o seu médico.


Compartilhe
@oEduardoMoreira