Coxinha-Prato

Se você clicou nesse link achando que ia encontrar um texto sobre política, lamento te decepcionar. Temos aqui um texto sobre gastronomia, ou desejos gastronômicos. Ou sobre a minha incontrolável vontade de comer coxinha.

Pode parecer algo tonto e trivial para escrever um post. E é mesmo. Mas o blog é meu, e eu escrevo sobre o que eu quiser. Então, estou aqui comunicando que, depois de tanto ler e ouvir falar sobre “coxinhas” (na internet e fora dela), eu fiquei com uma súbita vontade de comer coxinha. Preferencialmente de carne, mas não rejeito as coxinhas de frango e até de atum.

Sabia que existe coxinha de atum? Não? Então… confira a seguir.

Coxinha-de-Atum-2012

Então… dizem que o ser humano é altamente influenciável por conta do meio que o rodeia. Particularmente, nunca dei muita bola para essa frase. Mas nesse caso, eu tenho que concordar. De tanto ouvir falar em coxinha nos últimos dias (ou semanas), eu despertei em mim o desejo de comer coxinha.

E não pode ser qualquer uma. Só não comi até agora porque não quero ingerir algo muito gorduroso, ou feito em qualquer biboca.

Ah, sim… eu poderia fazer essas coxinhas em casa? É claro que sim. Mas, convenhamos… não teria a mesma graça!