Tag Archives: hp

HP Powerup Backpack, uma mochila que carrega (e carrega) seus gadgets

by

HP Powerup Backpack topo

A HP Powerup Backpack é uma mochila que é capaz de recarregar notebooks, tablets ou smartphones, aumentando a autonomia de uso desses produtos durante os deslocamentos.

A mochila conta com uma bateria de 22.400 mAh (84 Wh), o que é suficiente para a carga completa de um notebook de 17 polegadas, três recargas para tablets, ou dez smartphones.

HP Powerup Backpack

Todo o cabeamento necessário para as recargas está incluído, além de receber dois cabos microUSB para os dispositivos móveis e um conector lateral para recarregar a sua bateria interna. A HP Powerup Backpack conta com sensores de temperatura para controlar o funcionamento da bateria e das recargas, cabeamento protegido dentro da mochila para maior segurança e sistema de refrigeração, além de protetor externo contra chuvas.

HP Powerup Backpack 04

Do mais, é uma mochila acolchoada com vários segmentos para os seus produtos. Estará disponível a partir do dia 1 de outubro, e tem preço sugerido de US$ 199.


HP Powerup Backpack 02 HP Powerup Backpack 03 HP Powerup Backpack 05

HP Elite X3: o WIndows 10 Mobile buscando a vida no setor profissional

by

HP Elite X3-13

A Microsoft sabe que está difícil convencer o grande público que o Windows Mobile (ou agora Windows 10 Mobile) é uma solução que pode muito bem substituir (com vantagens até) os onipresentes iOS e Android. Sabendo disso, busca com os seus parceiros buscar os usuários profissionais, ou aqueles que buscam uma solução mais completa possível para atender as suas necessidades corporativas. E o HP Elite X3 parece ser um dos melhores entre os poucos candidatos nessa missão.

É um modelo visualmente bonito, atraente e com ar moderno e estilizado. Acima de tudo, é um dispositivo com uma estética iminentemente corporativa. Seus tons em cinza mais sólidos dão a entender claramente que estamos diante de um modelo mais sóbrio, sério, pensado nos executivos e profissionais na sua estética. O que não quer dizer que este não é um modelo bonito. Pelo contrário: é bem elegante.

HP Elite X3-11

Mas o ponto forte do novo smartphone da HP não é a sua beleza, mas sim o seu conjunto de hardware, que é um dos mais potentes do mercado. Temos um smartphone top de linha com Windows 10 Mobile, que é altamente otimizado, ou seja, teremos um desempenho simplesmente impecável para um produto que tem como missão ser versátil o suficiente para um bom desempenho tanto na sua versão mobile como para a sua versão para desktop (no modo Continuum).

Com tela AMOLED de 5.96 polegadas (QHD, 2560 x 1440 pixels) com Gorilla Glass 4, proteção IP67, processador Snapdragon 820 quad-core, 4 GB de RAM, 64 GB de armazenamento (expansíveis via microSD de até 2 TB), Câmeras de 16 MP e 8 MP, sistema de alto-falantes estéreo da B&O, bateria de 4.150 mAh e três microfones para cancelamento de ruído, ninguém tem muitas dúvidas sobre o poder de fogo desse smartphone. O HP Elite X3 é um dos mais poderosos dispositivos do mercado, independente do sistema operacional escolhido.

HP Elite X3-05

Com esse hardware todo, seria fácil de se imaginar a presença do recurso Continuum para esse dispositivo, com uma base bem estilosa. Mas a HP decidiu ir um passo além. Não basta ter um dispositivo preparado para se adaptar ao modo desktop, mas também oferece uma série de recursos de segurança de dados, como um leitor de digitais, reconhecimento de iris na câmera frontal e encriptação Bitlocker de 128 bits no Windows 10 Mobile. Já que estamos falando de um dispositivo pensado ao mundo corporativo, é mais do que natural pensar nesse reforço todo na segurança dos dados do usuário.

Não satisfeita, a HP ainda oferece um laptop para quem precisa trabalhar com maior liberdade e mobilidade, mas não quer depender de ter um monitor por perto para ser produtivo. É uma proposta parecida com o Motorola Atrix, mas não deixa de ser algo muito positivo por parte do fabricante. É uma forma de aproveitar corretamente o potencial do Windows 10 nos seus múltiplos formatos de uso.

HP Elite X3-mobile-extender

Me agradou e muito a proposta do HP Elite X3. Mais até do que os recentes modelos da Microsoft com Windows 10 Mobile (Lumia 950 e Lumia 950 XL). Sempre entendi que se a gigante de Redmond queria fazer com que o seu sistema operacional prosperasse no mundo da mobilidade, deveria passar pelos seus parceiros de hardware. E a HP apenas é a prova sobre como os parceiros são importantes para fazer algo muito atraente. Mesmo para um público tão específico, como é o mercado corporativo.

HP Elite X3-14 HP Elite X3-01 HP Elite X3-06HP Elite X3-02 HP Elite X3-07 HP Elite X3-08

PC Does What?, a campanha que quer reanimar as vendas de PCs

by

pc-compra

Todo mundo sabe que as vendas de PCs não estão indo bem a algum tempo, e mesmo com a chegada do Windows 10, essas vendas seguem caindo. Os principais fabricantes do setor estão preocupados, e decidiram fazer alguma coisa para reverter o quadro.

E o que eles fizeram? Deram descontos nos seus produtos? É claro que não! Fizeram uma campanha! UHU! #ironic

Microsoft, Dell, HP, Intel e Lenovo se uniram para a campanha “PC Does What?”, composta por cinco anúncios de 30 segundos cada, onde cada um destaca uma qualidade dos PCs atuais e suas possibilidades. O projeto publicitário será lançado em 19 de outubro e inicialmente é dirigido ao mercado norte-americano, mas não se descarta a sua expansão para outros países.

Será que um comercial é mais eficiente do que reduzir os preços dos produtos para o consumidor final?

Só o futuro vai dizer.

 

Via Bussiness InsiderYouTube (Intel)

 

Tablet HP 8 1401BR de 7.85 polegadas WiFi

by

HP 8 1401BR-01

A HP segue investindo nos tablets para diversificar as suas áreas de atuação no mercado de tecnologia. Dessa vez, falo do HP 8 1401BR, um modelo intermediário com sistema operacional Android, pensado nos usuário com necessidades básicas, mas que desejam um dispositivo com uma tela um pouco maior que a média.

O HP 8 1401BR é ideal para quem busca funcionalidade, um bom design e uma performance aceitável para as tarefas do dia a dia. Conta com um processador Cortex A7 quad-core de 1 GHz, conectividade WIFi, tela IPS de 7.85 polegadas, câmera traseira de 2 megapixels, câmera frontal de 0.3 megapixels e sistema operacional Android 4.4 KitKat. Um conjunto que não está entre os mais atualizados, mas é o suficiente para os usuários menos exigentes.

HP 8 1401BR-03

A HP ainda oferece no HP 8 1401BR 16 GB de armazenamento interno, além de 25 GB de espaço gratuito na nuvem, para que você possa salvar os seus arquivos pessoais com maior segurança e versatilidade. O produto possui um design moderno e elegante, o que pode atrair aos usuários que querem carregar consigo um dispositivo que acompanhe o seu estilo de vida.

HP 8 1401BR-04

Outro detalhe importante que a HP colocou nessa oferta é um case protetor, algo que nem sempre é oferecido nesse tipo de produto. Ao mesmo tempo, esse item se converte automaticamente em uma economia para o usuário, que não precisa desembolsar mais dinheiro nesse acessório.

HP 8 1401BR-05

O HP 8 1401BR é um tablet recomendado para quem tem atividades mais básicas, e não vai exercer tarefas com elevada performance. Também é pensado para quem busca um produto com linhas bonitas, e não está preocupado em uma versão mais atualizada do Android no dispositivo.

Se bem que deveria ser uma obrigação de todo fabricante de tecnologia sempre oferecer a versão mais atualizada do sistema operacional. Afinal de contas, o usuário paga caro por isso. Logo, é fundamental ter a integridade do sistema em dia, para reduzir as chances de problemas mais sérios.

1936

Um papel de bala quase derrota uma impressora

by

multifuncional-hp-ink-advantage-2546-jato-de-tintawi-fi-colorida-copiadora-impressora-scanner-135431900

Essa é a impressora HP Deskjet Ink Advantage 2546. Eu tenho uma unidade dessa impressora em meu escritório, e ela me vem sendo bem útil nas minhas atividades dos blogs. Bom, pelo preço que paguei na época (R$ 199), ela me serve muito bem. Fato é que, tal como acontece com todo produto de tecnologia, ele pode apresentar falhas. De forma repentina e até surpreendente.

Na última segunda-feira (18), eu precisei imprimir uma folha de endereço para envio de encomenda, além de alguns boletos para pagamento. E sim… eu imprimo boletos, pois o pessoal daqui de Araçatuba não entende direito o que é numeração de código de barras. De qualquer forma, eu precisava fazer esse trabalho em um curto espaço de tempo.

Imprimi a folha de endereço sem problemas. Mas quando eu fui imprimir os boletos… a impressora travou.

Não me desesperei. Até porque já me acostumei a lidar com situações de crise em momentos pouco oportunos. Tentei verificar se havia alguma coisa obstruindo o sistema de impressão, o que é a solução mais óbvia para esse tipo de incidente.

2015-05-19 09.42.04

Na parte inferior da HP Deskjet 2546, essa pequena placa de plástico em roxo dá acesso à parte inferior do mecanismo de movimento do papel. É uma solução bem inteligente, pois dispensa o trabalho de você ter que desmontar uma impressora inteira para resolver esse tipo de problema.

A grande surpresa do dia foi descobrir o motivo da obstrução da impressora. Ao abrir esse compartimento, eu encontro isso aqui…

2015-05-19 09.42.38

Sem zoeira. Não estou de brinks. Tinha um papel de bala atravancando o mecanismo de rolagem do papel da impressora.

Eu vivo degustando balas. O dia todo. E com certeza a minha bancada de trabalho estava com alguns desses papeizinhos a mais espalhados – algo que não deveria acontecer, uma vez que eu sou um homem minimamente organizado (quem vê, pensa) -, e justamente esse foi ‘tragado’ pelo mecanismo de rolagem do papel.

Essa pequena odisseia deixa algumas lições. A primeira delas é que a HP tem uma solução bem sacada para evitar que você tenha muito trabalho na hora de resolver esse tipo de problema. É natural que algum fragmento fique obstruído em algum momento, e a porta para remoção na parte inferior facilita e muito essa manutenção.

A segunda lição é que não adianta se desesperar, e nem pense em desmontar a impressora ou qualquer produto quando ele der problema. Pare e pense de forma lógica e racional, sempre buscando a fonte do problema. Mesmo que a solução venha através de um processo de eliminação.

E a última lição? Preciso organizar meu escritório, e urgente. Isso aqui está uma bagunça e eu estou começando a me perder nela.

Notebook 2 em 1 HP Pavilion 11-N127BR

by

Notebook 2 em 1 HP 11-N127BR-01

O notebook HP Pavilion 11-N127BR é mais uma das interessantes opções disponíveis no mercado brasileiro de portáteis com o conceito ‘2 em 1’, ou seja, que podem ser utilizados como notebook e como tablet, sempre e quando o usuário necessitar.

A versatilidade desse modelo vem acompanhada da portabilidade – por conta do leve peso e das dimensões compactas -, algo que é tão necessário para os tempos onde os usuários priorizam a mobilidade para se manterem conectados em qualquer lugar. O modelo conta com uma tela de 11.6 polegadas, que possui um sistema de articulação de 360 graus, que dá a opção de posicionar o portátil em modos stand e tela de reprodução de imagens.

Notebook 2 em 1 HP 11-N127BR-02

O HP 11-N127BR ainda conta com processador Intel Core M, sistema operacional Windows 8.1, conectividades WiFi, Bluetooth, USB e HDMI, gráficos Intel HD Graphics, teclado com 97% do tamanho tradicional (em formato ilha) além de 4 GB de RAM e 500 GB de armazenamento.

É o modelo para quem quer ter um notebook para as suas atividades de produtividade mais básicas, além de um “tablet” para o consumo de conteúdo multimídia e de entretenimento. Também é recomendado para quem eventualmente precisa de um computador para demonstrações rápidas e exposições de vídeos.

Notebook 2 em 1 HP 11-N127BR-07

1936

Notebook HP Pavilion 14-v065br

by

Notebook HP Pavilion 14-v065br-01

O notebook HP Pavilion 14-v065br se destaca por ser um computador portátil potente, para os usuários que buscam um desempenho acima da média para realizar as suas tarefas de produtividade e entretenimento.

O modelo conta com um processador Intel Core i7 4510U, sistema operacional Windows 8.1, 8 GB de RAM, gráficos Intel HD e 1 TB de HD. Um conjunto técnico que garante um desempenho pleno na maioria das tarefas mais cotidianas, com velocidade e estabilidade.

Notebook HP Pavilion 14-v065br-02

Sua tela LED de 14 polegadas trabalha em conjunto com o sistema de áudio da BeatsAudio, transformando o HP Pavilion 14-v065br em uma interessante ferramenta para consumo de conteúdos multimídia. Sem falar que o portátil conta com um gravador de DVD, para reprodução de mídias externas.

Notebook HP Pavilion 14-v065br-03

1936

Notebook HP 14-r051Br

by

HP 14-r051Br-01

O notebook HP 14-ro51br é inspirado nos modelos com design consagrado da marca, e é pensado nos usuários que procuram um bom notebook para o dia a dia, tanto para as tarefas de escritório como para o entretenimento.

O modelo conta com um processador Intel Core i3, que gerencia o sistema operacional Windows 8.1, trabalhando em conjunto com 4 GB de RAM e 500 GB de HD. São especificações suficientes para que a maioria dos usuários de entrada e com necessidades mais básicas realizem as suas tarefas sem maiores dificuldades.

HP 14-r051Br-02

A sua tela LED possui tamanho de 14 polegadas, e é acompanhada de um sistema de áudio DTS Sound+, para reforçar a qualidade de áudio durante as atividades de entretenimento. Complementa a solução a presença de um DVD, para tornar o consumo do entretenimento algo mais dinâmico.

O notebook HP 14-ro51br é uma das opções dentro do seu segmento mais procurada pelo consumidor brasileiro que está disposto a pagar até R$ 1.5 mil em um computador para as atividades mais básicas.

1936

Impressora HP Laserjet Pro P1102W

by

HP Laserjet Pro P1102W-01

A impressora HP Laserjet Pro P1102W é pensada nos usuários semi-profissionais, ou para aqueles que contam com um pequeno negócio e que necessita de uma impressora de alta performance para as suas atividades.

A ideia dessa impressora é oferecer traços mais precisos e qualidade final de impressão um pouco mais elevada em relação às impressoras domésticas. A HP Laserjet Pro P1102W é compacta, possui resolução de impressão de até 600 x 600 x 2 DPI, bandeja de alimentação para até 150 folhas e suporte para diferentes tipos e tamanhos de papel (fotográfico, vegetal, envelopes, etiquetas, cartolina, transparências, etc).

HP Laserjet Pro P1102W-02

A impressora possui suporte para conectividades WiFi, para impressões sem fio, e USB, para instalação em desktops e notebooks em curta distância. Sua velocidade de impressão é de até 19 páginas por minuto, e o seu ciclo de trabalho mensal é de até 5 mil páginas.

A impressora HP Laserjet Pro P1102W é compatível com os sistemas operacionais Microsoft Windows (Windows XP ou superior), Mac OS X 10.4 ou superior e Linux.

1936

Notebook HP Pavilion 14-v064br

by

HP 14-v064Br-02

Não é de hoje que a HP oferece ao mercado notebooks muito interessantes. Design, especificações e performance que tornam essa marca uma das mais visadas pelos usuários que buscam um bom computador para o trabalho ou estudo. Nesse post, eu vou destacar apenas um dos vários modelos dentro do vasto universo de produtos oferecidos pela empresa dentro desse segmento: o HP Pavilion 14-v064br.

Começando pelo design. Apesar de fugir um pouco da tendência de portáteis com linhas mais finas e baixa espessura (para facilitar o transporte do equipamento na mochila do usuário), o HP Pavilion 14-v064br tem linhas modernas e acabamento elegante, com uma combinação de preto e prata que chama a atenção. Além disso, é preciso lembrar que esse é um computador para ser usado na maior parte do tempo em casa ou no escritório. Logo, o seu aspecto mais robusto não chega a ser algo tão negativo para quem pensa em trabalhar por mais tempo diante de um equipamento eficiente.

HP 14-v064Br-04

O HP Pavilion 14-v064br possui uma tela de 14 polegadas, 8 GB de RAM, sendo que 2 GB são de memória dedicada aos gráficos – que são dedicados, por conta de uma NVIDIA GeForce 830M, o que faz toda a diferença na reprodução de gráficos mais complexos -, 1 TB de armazenamento em HD e processador Intel Core i5 4210U. Um conjunto técnico que garante um ótimo desempenho geral para as atividades mais básicas para a maioria dos usuários, e até mesmo para aqueles que querem rodar alguns jogos de forma descompromissada.

Todo esse conjunto é gerenciado pelo sistema operacional Windows 8.1, que deve casar muito bem com essa tabela de especificações técnicas. O HP Pavilion 14-v064br ainda conta com leitor de DVD, algo bem vindo para os usuários que ainda precisam trabalhar com mídias externas. Sem falar no sistema de som da BeatsAudio, que oferece uma qualidade de áudio acima da média para um computador portátil.

HP 14-v064Br-05

O HP Pavilion 14-v064br é o notebook pensado naqueles que querem trabalhar em casa e no escritório com um notebook que promete a entrega de um desempenho um pouco mais avançado, cobrindo de forma plena as necessidades básicas da maioria dos usuários, e até atendendo a pontos específicos dos usuários intermediários. É um computador que pode manejar os gráficos pesados de jogos e softwares de edição de imagem, além de oferecer uma qualidade sonora de maior qualidade, para quem quer desfrutar de um maior imersão durante as reproduções multimídia.

04-botao-clique037-180.jpg

Smartphone HP Slate 6 6000 BR VoiceTab

by

HP Slate 6 6000 BR VoiceTab

O smartphone HP Slate 6 6000 BR Voice Tab (ATENÇÃO! É A PRIMEIRA VERSÃO, NÃO A SEGUNDA, LANÇADA EM 2014) possui uma generosa tela de 6 polegadas, sistema operacional Android 4.4.2, 16 GB de armazenamento, processador quad-core para um desempenho mais equilibrado, e câmera traseira de 5 megapixels. Um conjunto razoável para quem não tem muitas aspirações em um dispositivo, ou para quem quer um razoável smartphone de linha média.

04-botao-clique037-180.jpg

Os tablets econômicos vão ganhar ainda mais mercado em 2014

by

HP-Slate-7

Os tablets. Parece que foi ontem que a Apple apresentou o iPad, que a Samsung respondeu com o Samsung Galaxy Tab, e pouco tempo depois, Google e Motorola faziam o mesmo em uma parceria que resultou no Motorola Xoom. Todos esses gadgets tinham uma característica em comum: o seu preço elevado (acima de US$ 500 lá fora, mais de R$ 1.500 na época de seu lançamento no Brasil). Todos, exceto o iPad, foram um fracasso, até certo ponto.

Com o passar do tempo, empresas como Barnes & Nobble, Amazon e vários fabricantes chineses deixaram claro que, para a maioria dos usuários, importava muito pouco as extravagâncias das especificações técnicas. Muitos não se permitiam os preços proibitivos dos produtos, e por conta disso, o mercado acabou sendo dominado pelos tablets econômicos.

E essa não é uma tendência passageira. Os últimos trimestres mostram claramente que o caminho tomado por todos os fabricantes é apresentar dispositivos competitivos no quesito preço. Acer, HP e até a Intel apresentaram novos produtos com preços reduzidos, e a toda poderosa indústria chinesa de tablets começa a ver uma série ameaça aos seus interesses, com tantos terminais com preços risíveis e qualidade duvidosa.

As vendas de SoCs chinesas aumentam

rockchip

O tempo onde Qualcomm, Texas Instruments e NVIDIA eram as únicas alternativas pra o mercado mobile ficou para trás. Aos poucos, vemos outras empresas se destacando, ao ponto de uma Intel – que não figurava nesse mercado – buscar a sua fatia do bolo.

A principal ameaça para as tradicionais no segmento de SoC móvel é a chinesa MediaTek. A empresa surgiu do nada para buscar uma considerável fatia do mercado, com uma estratégia de desenvolvedor processadores destinados aos modelos top de linha com preços relativamente baixos, na esperança de convencer muitos fabricantes a deixar de lado os processadores tradicionais.

Mas nem tudo é destinado ao segmento de linha alta. É nos modelos de entrada que os chineses encontraram o seu sucesso. Fabricantes como Rockchip e Allwinner também fazem o seu nome, conquistando mercado com consistência.

Recentes relatórios da IDC revelam que no último trimestre de 2013, a Allwinner colocou 18.5 milhões de processadores no mercado. Em contraste, as projeções mais otimistas da Intel para todo o ano de 2014 são de 40 milhões de processadores vendidos. Ou seja, a Allwinner vendeu no final de 2013 metade de toda a projeção da Intel para um ano.

Já a Rockchip tem 9 milhões de processadores distribuídos entre os fabricantes de tablets no último trimestre de 2013, colocando a empresa no mesmo nível da Intel em termos de vendas unitárias.

Mas nem todos os holofotes estão na China.

Empresas como Acer, HP e Dell (enter outras) começam a apresentar tablets com processadores da Rockchip e Allwinner. Esse é o sinal que a estratégia já não está completamente calcada na ideia de reduzir custos, mas também oferecer nos razoavelmente decentes SoC chineses, que são mais baratos, mas igualmente competitivos na relação custo/benefício.

Isso tende a deixar o mercado de tablets de entrada cada vez mais competitivo e atraente para o consumidor. 2014 será um ano de comprovação de todos esses conceitos, onde a tendência é não só um aumento nas vendas, mas também da qualidade desses produtos, que podem finalmente se transformarem no “bom, bonito e barato” do mundo da tecnologia.

HP is Back! (no mercado de smartphones)

by

hp-slate-6

Não é uma questão de ser fã dessa ou daquela marca. Aliás, eu já disse mais de uma vez: eu sou bem promíscuo em termos marcas. Tenho produtos das principais marcas, utilizo mais de um sistema operacional, e de um modo geral, torço pelo sucesso de todas. Incluindo o sucesso da HP, que vai voltar ao mercado de smartphones.

Esse movimento era ensaiado. O HP Slate 7 (o tablet… e agora temos que fazer essa diferenciação) era uma espécie de “primeiro ensaio”. Não que o produto fosse espetacular, mas chamou a minha atenção por ser um modelo de entrada que pelo menos entregava ao consumidor final uma maior qualidade, e isso sempre ganha pontos comigo.

Agora, a HP anuncia (de forma extra-oficial, pois a informação veio de um alto executivo da empresa lá fora) que eles voltarão a oferecer no mercado smartphones. Na verdade, dois phablets (HP Slate 6, e HP Slate 7 – aqui, o smartphone… apesar de considerar 7 polegadas um tablet mesmo), que serão lançados na Índia, como um “segundo teste”. Os modelos serão formalmente anunciados na MWC 2014 em Barcelona, e se vingarem por lá, serão distribuídos internacionalmente.

hp_slate6

O movimento da HP é bem claro: buscar alternativas mais lucrativas no mercado de tecnologia. Não é segredo para ninguém que o mercado de PCs tradicionais (e aqui entram no mesmo grupo desktops, notbeooks, netbooks, ultrabooks e derivados) segue em queda livre nas suas vendas, e os fabricantes precisam encontrar outras vertentes de mercado para sobreviverem. De hardware, a HP entende. Logo, o que precisou fazer foi mudar o seu foco de mercado.

Na minha opinião, quanto maior a concorrência, melhor. A HP quer seduzir o coração dos mercados emergentes, e principalmente, dos clientes da Samsung e da Nokia. Oferecer phablets em mercados onde esses modelos registram um volume de vendas cada vez maior a cada trimestre é uma estratégia sábia. Resta saber se ter a marca HP será o suficiente.

Mas vejo a escolha deles de forma positiva. Sou contra o monopólio em qualquer segmento, e a competição aberta precisa acontecer. Não podemos dizer que a HP não está ao menos tentando mudar alguma coisa em um mercado que, mesmo com muitos analistas afirmando que está em ponto de saturação, encontrou uma vertente que reinventa o segmento mobile.

Não digo que isso vai acontecer com você, mas ao longo de 2014, muita gente ficará com o bolso da calça estufado com os novos tabletphones. Ou phablets. Ou smartphones de Itú, como preferir.

Para mais informações, clique aqui.

Compreenda: cada produto tem o seu público específico

by

hp-slate-7

Eu ainda estou testando o HP Slate 7. Um tablet que muita gente esperava muito, por ser um produto da HP. Muitos imaginavam que a HP iria colocar no mercado um produto para bater de frente com o Nexus 7 ou o Kindle Fire, que são ótimos tablets com preços competitivos. Porém, a HP ofereceu um produto de baixo custo (US$ 139, ou R$ 599 no Brasil), com algumas limitações, mas que satisfazem ao mercado dos usuários de entrada, ou que buscam um produto de baixo custo.

“Por que isso acontece?”, alguns perguntam. Porque ainda se faz necessário.

Ao testar o produto, eu compreendi que a proposta da HP foi oferecer um produto um pouco acima da média do que os dispositivos oferecidos nessa faixa de preço (ou um pouco menos), que já são naturalmente mais baratos que o Nexus 7 (que, por sinal, não existe no Brasil), sem ser um produto considerado “xing-ling”. E, convenhamos, não é todo mundo que tem bala na agulha para comprar o iPad mini, mesmo ele sendo um produto relativamente acessível.

Eu já escrevi o texto do review, e posso adiantar ao menos uma coisa: se, hoje, nesse momento (18/11/2013, 11h28), eu precisasse comprar um tablet de baixo custo, esse tablet seria o HP Slate 7. Outros modelos de entrada, com as mesmas características, não oferecem os mesmos benefícios que esse modelo, o que me leva a crer que o trabalho da HP com o Slate 7 foi bem sucedido, levando em consideração o tipo de tablet analisado.

É importante sempre ter em mente que nem todo produto pode ser considerado “bom, bonito e barato”. É claro que eu ainda sonho em ver algum fabricante tendo a coragem de enfiar o pé na porta, oferecendo um produto com especificações técnicas tentadoras e preço competitivo (algo mais ou menos próximo com o que a Motorola fez com o lançamento do Moto G), mas também compreendo que tais nichos de mercado são necessários, mesmo que seja para iniciar um grupo de consumidores que não podem gastar muito com um dispositivo no mundo da tecnologia.

Entendo também que esse cenário vai mudar com a maturidade desse mercado. Os smartphones são produtos de tecnologia de consumo a, pelo menos, 15 anos. Os tablets ainda são produtos relativamente recentes (não contam com 10 anos de mercado), e já evoluíram de forma assustadora na sua concepção e utilização de materiais de alta qualidade… com um preço razoável.

A cada ano, vemos produtos melhores, com preços melhores. É claro que pode ficar melhor. Mas se pensarmos que só passaram seis anos desde o início efetivo do mercado de tablets, podemos dizer que essa categoria de produto foi a que mais rápido avançou na sua relação custo/benefício.

A comunidade agradece.