Um museu restaura 21 vídeos da primeira conferência de informática da história | @oEduardoMoreira Press "Enter" to skip to content
Início » Informática » Um museu restaura 21 vídeos da primeira conferência de informática da história

Um museu restaura 21 vídeos da primeira conferência de informática da história

Compartilhe

O Museu da História da Informática dos Estados Unidos (Computer History Museum) decidiu entregar de presente para o mundo um verdadeiro tesouro para os apaixonados por informática. Foram recuperados e restaurados 21 vídeos da primeira Conferência Mundial da Informática, realizado em 1976 no Laboratório Nacional de Los Alamos, Novo México.

Essa é a reunião da primeira geração mundial de profissionais de informática, e o evento aconteceu para comemorar os 25 anos do lançamento dos primeiros computadores. 140 engenheiros e cientistas se encontraram para celebrar esse avanço tecnológico sem precedentes.

Pode chamar a atenção a grande quantidade de pessoas de mais idade nesse primeiro grupo. Fato é que a primeira geração de profissionais de informática foi composta de cientistas e engenheiros com longa experiência nas suas áreas. Bill Gates e Steve Jobs fizeram parte da segunda grande geração de informáticos.

 

 

 

Os pioneiros

Esses profissionais foram os responsáveis pela criação dos primeiros computadores da história, que eram construídos à mão e de forma totalmente artesanal. Máquinas como ENIAC, EDVAD, SEAC, SWAC, MANIAC e outras passaram pelas mãos deles, e a informática doméstica que conhecemos hoje ainda levaria algum tempo para chegar até nós.

Os vídeos mostram, conversas e conferências de incalculável valor histórico. Esses pioneiros da informática explicam como foram criados os primeiros computadores da história, e incluem relatos muito interessantes, como o de Bob Everett, um dos inventores da memória RAM, explicando como esse tipo de hardware começou uma verdadeira revolução no mundo da informática.

Também podemos ver John Mauchly explicando por que era necessário manter os computadores ligados 24 horas por dia, além de Brian Randell, que revelou que Alan Turing utilizou computadores Colossus para decifrar os códigos nazistas na Segunda Guerra Mundial, algo que foi considerado essencial para interceptar as mensagens e antecipar o fim do conflito bélico. Muitos dos presentes no evento ficaram de boca aberta com essa revelação.

 

 

 

Uma conferência histórica

A primeira Conferência Mundial da Informática entra para a história como um dos eventos que marcaram o seu tempo. Ele é similar ao evento de lançamento do primeiro Macintosh, do Windows 95, do primeiro iPod, do primeiro iPhone e outros tantos eventos icônicos que muitos de nós testemunhamos ao longo dessas últimas décadas.

As conferências em si desse primeiro encontro mundial dos profissionais de informática pode parecer algo bem chato para aqueles fãs de tecnologia que se empolgam com apresentações que terminam com um “One More Thing”, mas nem por isso deixa de ser algo relevante ou importante para quem entende que o mundo da tecnologia vai um pouco além disso. E, principalmente, é um prato cheio para quem valoriza os aspectos históricos da tecnologia.

Você pode acompanhar todos os 21 vídeos restaurados no site da Computer History Museum. Entendo que vale a pena perder algum tempo para acompanhar esse conteúdo de elevada relevância histórica.


Compartilhe
@oEduardoMoreira