lenovo-ideapad-mix-01

Não quero dizer que temos aqui uma cópia descarada, ou que os advogados da Microsoft deveriam se reunir nesse momento. Mas, convenhamos: o Lenovo Ideapad MIIX 700 é ALTAMENTE INSPIRADO no Surface Pro 3. É claro que tem diferenças substanciais, mas a ideia geral é basicamente a mesma. E não podemos negar isso.

Apesar de ser oficialmente considerado um conversível com tela de 12 polegadas, e o seu case-teclado ter um formato mais ajustado e completo, o seu sistema de fixação magnética do teclado à tela é muito parecido com o que a Microsoft fez no Surface 3. Incluindo a leve inclinação que une de forma mais sólida as duas peças. Algo que não deve causar uma nova ‘guerra de patentes’, mas que é inegável que temos aqui a mesma solução para os dois produtos.

Até aqui, aceitável.

lenovo-ideapad-mix-02

Porém, o design do Lenovo Ideapad MIIX 700 é muito semelhante ao dos tablets da Microsoft. Nem quero falar muito da presença da caneta stylus na alternativa dos asiáticos, porque esse é um tema desnecessário (a caneta é de uso livre). Falo mesmo das linhas adotadas para o formato do produto, que vendo de longe – e apresentando para alguns mais desatentos -, lembra e muito um Surface Pro da Microsoft.

Da até para achar que a gigante de Redmond lançou um dispositivo com acabamento de metal, apenas para o prazer e deleite dos usuários mais exigentes.

O Ideapad MIIX 700 conta com um hardware robusto, com a presença do novo processador Intel Skylake (Core i7), até 8 GB de RAM, redes LTE e câmera RealSense 3D opcional. Por 799 euros, pode ser uma alternativa interessante aos ultrabooks, que sempre prometeram preços mais competitivos, mas que na prática sempre custaram mais caros que esses já populares híbridos.

Aliás, podemos dizer que o que está ‘salvando’ o mercado de computação tradicional é justamente a presença dos equipamentos híbridos. A flexibilidade de uso desses produtos está convencendo o consumidor de que vale a pena fazer o investimento nesse tipo de produto, e que tal proposta pode vingar, principalmente no aspecto profissional.

Mas cuidado, Lenovo… vá com calma nas ‘homenagens’… não queremos os advogados da Microsoft batendo na porta de vocês.