Tag Archives: windows 10

O Windows 10 na porta de uma geladeira

by

windows 10 em geladeira

Na IFA 2016, foi possível ver uma grande quantidade de novidades. Mas uma das mais interessantes foi essa geladeira da LG equipada com Windows 10 como sistema operacional.

É uma ideia bem interessante, mas em fase de protótipo que ainda não deve se tornar um produto comercial.

De qualquer forma, temos um tablet com tela de 27 polegadas integrado em uma das portas da geladeira, com processador Intel Atom e oferecendo um resultado muito bom, com ótima resposta da interface e excelente desempenho.

Mas o mais interessante está no fato da tela se tornar totalmente translúcida, permitindo a visualização do que há dentro da geladeira sem precisar abrir a porta.

O produto conta com as funções habituais do Windows 10, além de poder inserir lembretes e listas de compras em formato digital, algo igualmente útil que remete a um protótipo muito chamativo.

Via TechCrunch

Meu novo gadget: Notebook Positivo Duo ZX3060

by

Positivo Duo ZX 3060 topo

Eu acho o meu novo notebook Toshiba SATELLITE C75-A-156 um excelente produto. Estou para dizer que é o melhor notebook que tive na vida, apesar de suas peculiaridades. Mas ele tem uma tela enorme de 17.3 polegadas, que é excelente para a produtividade, mas que impede um melhor transporte do produto.

Precisava de um segundo notebook que fosse leve e pequeno o suficiente para ser levado na mochila o tempo todo, e que tivesse um desempenho bacana para a maioria das minhas necessidades como usuário móvel.

É claro que pensei em um ultrabook, mas não estou podendo nesse momento. Aí, apareceu o Positivo Duo ZX3060, pelo atrativo preço de R$ 600.

 

Os motivos para a compra

Positivo Duo ZX 3060

 

Um deles eu já citei: a necessidade de um notebook pequeno para as tarefas mais básicas.

Uso o Positivo Duo ZX3060 para produzir textos nos blogs, responder e-mails, uso das redes sociais e consumo multimídia.

Pesquisei sobre o produto, e li boas avaliações do mesmo. Por isso, resolvi arriscar.

Além disso, era um produto no atraente formato 2 em 1. Quando eu precisasse, eu poderia ter um notebook para a produtividade e um tablet para consumo de conteúdo multimídia.

O melhor de dois mundos em um produto leve, compacto e funcional.

Por fim, entre um netbook com alguns anos de vida e um produto como esse, que não tem um ano de mercado, não foi difícil decidir qual dos dois comprar.

Detalhes a se considerar

Positivo-Duo-ZX3060_2

 

Não espere que o Positivo Duo ZX3060 entregue para você a mesma produtividade que o seu notebook principal.

Tenha sempre em mente que esse produto é uma solução que oferece mobilidade básica, e no meu caso, está resolvendo muito bem o meu problema.

Sem falar que, depois de muito refletir, entre esse produto e um Chromebook, eu ainda prefiro a versatilidade do Windows 10.

Além disso, o dispositivo apresenta alguns problemas estranhos, como o touchpad ficar maluco, ou a falta de orientação adequada na troca rápida entre os modos notebook e tablet.

Positivo-Duo-ZX3060_1

 

De qualquer forma, o Positivo Duo ZX3060 é um produto surpreendentemente interessante. Cumpre o que promete, dentro de suas possibilidades.

Provavelmente ficarei com ele como segundo notebook mesmo. Posso levá-lo em qualquer lugar para trabalhar, sincronizando meus dados na nuvem e usando como dispositivo de entretenimento quando necessário.

Com certeza farei um review dele no TargetHD.

E sim… esse post foi escrito com o produto em questão.

Acredite, se quiser: ainda tem tablet Nokia Lumia 2520 a venda no Brasil

by

121293903_2GG

De forma quase surpreendente, ainda podemos encontrar nos e-commerces nacionais o tablet Nokia Lumia 2520 disponível para venda.

Levando em conta que a Nokia não existe a algum tempo, a surpresa se torna ainda maior. Estamos falando de um dispositivo que até chamou a atenção por ser um tablet dos finlandeses, mas que em compensação foi um dos últimos modelos da marca, antes de ser comprada pela Microsoft.

O Nokia Lumia 2520 conta com uma tela LED de 10.1 polegadas (Full HD), sistema operacional Windows 8.1 (suponho que atualizável para o Windows 10… caso contrário, não faz muito sentido esse produto ainda estar no mercado), processador quad-core de 2.2 GHz, um design multiuso por ser compatível com o Nokia Power Keyboard (vendido separadamente), que oferece cinco horas a mais de autonomia de bateria e duas portas USB completas, para  a utilização de outros acessórios e periféricos.

121293903_3GG

Além disso, o Nokia Lumia 2520 ainda conta com sistema de recarga rápida de bateria, sendo capaz de se recarregar 80% em uma hora. Conta ainda conectividade 4G (dessa vez fornecida pela TIM, já que é um dispositivo vendido em conjunto com a operadora), compatibilidade com os aplicativos de escritório do Office e 32 GB de armazenamento (expansíveis via microSD), sem falar no OneDrive, área de armazenamento na nuvem da Microsoft.

O Nokia Lumia 2520 pode ser um placebo para quem sempre quis um tablet com sistema operacional da Microsoft, mas não queria pagar muito caro por um notebook conversível, e quer uma tela maior do que modelos já disponíveis no mercado. Para rodar o Windows 10 de forma decente, tem um hardware que é suficiente. Mas não exija muito do dispositivo. Afinal de contas, já é considerado um veterano no seu segmento.

1936

Notebook Acer E5-574-592S

by

Notebook Acer E5-574-592S-02

O notebook Acer E5-574-592S é pensado nos usuários que buscam um dispositivo com hardware intermediário, bom desempenho e relação custo-benefício que competitivo. É um investimento para quem pensa nas atividades domésticas, navegação na internet e redes sociais, compras online e estudos.

Um dos pontos positivos esse notebook é a tela de 15.6 polegadas, oferecendo uma maior área de interação com a interface de usuário do Windows 10. Uma tela maior favorece ao consumo de conteúdos multimídia e produtividade com editores de texto e navegação na internet.

Notebook Acer E5-574-592S-03

O Acer E5-574-592S conta com processador Intel Core i5 de 6ª geração, até 8 GB de RAM e 1 TB de armazenamento. é um hardware mais que suficiente para atender as necessidades dos usuários que buscam realizar as tarefas mais básicas em um computador desse porte. Além disso, conta com leitor de CD/DVD, conexão HDMI e portas USB, para a conexão de diversos periféricos e consumo de conteúdos em mídias físicas.

Um detalhe que os usuários precisam saber antes de adquirir o Acer E5-574-592S é a presença de vários softwares da própria Acer pré-instalados no computador. Não é o ideal para quem quer um Windows 10 mais limpo e um desempenho mais ajustado para extrair o máximo do equipamento. Mas boa parte desses softwares podem ser removidos do computador quando o mesmo chegar até você.

Notebook Acer E5-574-592S-04

O Acer E5-574-592S é um notebook que pode ser muito bem aquele computador que oferecerá o desempenho ajustado para as tarefas simples. Pode ser o modelo para complementar o escritório, ou oferecer para seu filho (ou sua mãe) uma via de acesso ao mundo conectado, sem pesar muito no bolso.

1936

Atualização do Windows 10 tira um programa de TV do ar. Ao vivo!

by

Windows-10-teaser

Em determinados momentos, a janela de atualização do Windows 10 é uma das coisas mais inconvenientes que você pode encontrar. Nesse caso, foi capaz de interromper a transmissão de um programa de TV ao vivo, no exato momento onde era apresentada a previsão meteorológica.

Como você pode ver no vídeo no final do post, a janela de update apareceu de forma inesperada na parte inferior da tela, que por sua vez estava ampliada. O resultado disso? Quase todo o mapa foi tampado. A reação da apresentadora foi a mais correta possível, já que não só conseguiu contornar a situação, além de dar um toque de humor para o incidente. Sem falar na pequena publicidade espontânea para a Microsoft.

Sobre a mensagem de atualização ser algo importuno quando aparece “do nada” e no momento em que você menos deseja, muitos podem culpar a Microsoft pela insistência nas atualizações. Mas nesse caso, estamos falando de um canal de televisão, que possui (na teoria) um serviço de TI próprio, e são esses profissionais que devem se encarregar de manter os equipamentos em perfeitas condições de uso, para evitar que janelas apareçam de forma inesperada.

Vale lembrar que é relativamente simples desabilitar as notificações de atualização para o Windows 10, o que reforça a teoria de que os funcionários do setor de TI não fizeram o dever de casa. Enfim, águas passadas não movem moinhos. Nesse caso, só podem virar vídeos divertidos na internet.

Confira o vídeo a seguir. Muito provavelmente já vimos algo semelhante acontecer em outras oportunidades.

 

Via Winbeta

Shuttle comercializa mini-PC XPC nano com Windows 10

by

Shuttle_XPCNano

O Shuttle XPC Nano é um mini-PC que se destaca pelo preço ajustado e pela presença do Windows 10.

É um PC com dimensões reduzidas, com placa e processadores Intel Broadwell, 2 GB de RAM, 32 GB de SSD e o sistema da Microsoft pré-instalado. Seu preço oficial é de US$ 279, mas pode ser encontrado por menos.

Shuttle_XPCNano_2

O produto também está disponível no formato barebone, a partir de US$ 160, com quatro opções de processadores Intel (Celeron, Core i3, i5 e i7 de quinta geração), até 16 GB de RAM em dois canais e unidades de armazenamento de 2.5 polegadas ou SSD em formato M2.

Tanto o barebone quanto o PC completo contam com Gigabit Ethernet, WiFi ac, Bluetooth, mini DisplayPort, HDMI, saídas de áudio e portas USB 3.0 e 2.0.

Via MarketWire

Surface Book, a grande surpresa da Microsoft

by

surface-book-01

Pelo visto, o departamento subterrâneo que a Microsoft construiu para manter os seus projetos mais secretos longe do mundo está funcionando muito bem. Não é a primeira vez que a gigante de Redmond esconde uma novidade de todo mundo, e o Surface Book pegou todo mundo de surpresa na apresentação de hoje. E por algumas vezes.

Para começar, este é o primeiro notebook da história da Microsoft. Eles levaram muito tempo para fazer algo que poderiam ter feito há pelo menos dez anos. Mas eu entendo a Microsoft. A empresa não tinha a filosofia que tem hoje, e era focada mais no software (sistemas operacionais e pacotes de escritório) do que qualquer outra coisa. Hoje, a empresa dirigida por Satya Nadella tem outros propósitos, objetivos, desafios. Aliás, o principal deles é seguir sendo relevante no mundo da tecnologia.

Digo isso porque o Surface Book também representa a aposta definitiva da Microsoft que eles podem efetivamente liderar o mercado de computadores tradicionais, sendo o ponto de partida de uma reinvenção de conceito e uso. Nem tanto pela proposta de um notebook no formato 2 em 1, pois isso já existia há tempos. Mas fazendo bem o que a Apple fez com outros segmentos de produto: sendo o parâmetro, a referência, o exemplo a ser seguido e copiado.

O Surface Book é vendido como o “notebook definitivo”, e não por acaso. É um dos computadores portáteis mais potentes de todos os tempos, e que não tem um design pensado para um público específico. Não é um notebook com design exclusivamente pensado nos gamers, ou nos usuários com perfis de trabalho pesado, para tarefas pesadas de produtividade, apesar de ser um computador perfeito para essas tarefas. “Qualquer pessoa” poderia usar o Surface Book no seu dia a dia, por conta de suas linhas elegantes, e sua proposta de versatilidade.

E isso, sem deixar de lado a alta performance. Temos outros produtos no mercado com propostas similares, mas poucos (ou nenhum) são tão completos no hardware como o Surface Book. Aqui, a Microsoft deixa claro que o público que ele quer alcançar com esse produto é o usuário mais exigente, o profissional, que certamente compraria um MacBook Pro pela experiência combinada, mas que não consegue ter um hardware tão poderoso.

Eu bem sei que um MacBook Pro continua a ser uma excelente opção para os mais produtivos. Acho até que quem já tem um MacBook Pro não vai deixar esse produto para comprar um Surface Book. Mas entendo que quem ainda não fez uma opção, e já pensava em um computador com esse nível de versatilidade com o Windows 10, vê na opção apresentada pela Microsoft hoje como uma opção real e válida para atender essas necessidades de produtividade, combinadas com a versatilidade de uso.

Eu mesmo gostaria e muito de ter um Surface Book. Não tanto pela versatilidade que o produto oferece (que seria bem vinda sim em diferentes situações), mas principalmente pelo desempenho. É um dispositivo muito completo, que deve ter um desempenho impecável com um sistema operacional tão flexível e otimizado como é o Windows 10. Poderia sim ser o meu notebook definitivo para todas as minhas principais atividades de produtividade.

É claro que o Surface Book não é para todos. Seu preço inicial sugerido de US$ 1.499 é pensado nos profissionais, nos criativos, nos produtivos e nos gamers. Para esse público, e por esse preço, ele entra na briga sim pelo título de melhor notebook de 2015. Pode parecer estranho para muita gente ver a Microsoft lançando um notebook 2 em 1 no mesmo dia em que apresenta ao mundo um novo Surface Pro 4, mas entendo que é a empresa chamando para si a responsabilidade de tentar revitalizar o mercado de PCs tradicionais, que dá sinais de declínio evidente nos últimos anos.

Quem sabe a Microsoft não consegue esse objetivo. Não exatamente com o Surface Book, mas com a diversidade dele com o Surface Pro 4. Oferecer alternativas para diferentes públicos, e combinar o melhor do tablet e do notebook em um único produto. E dar a liberdade de escolha para o usuário, que vai decidir o que usar, na hora que quiser.

Microsoft Surface Pro 4: mais performance para seguir como referência

by

surface-pro-4

Uma coisa é certa: a Microsoft foi muito persistente no projeto do Surface. O dispositivo foi muito criticado por tudo e por todos, em partes por não oferecer um Windows completo em algumas versões, ou também por ser um dispositivo considerado caro demais para o que oferecia. Porém, algo que todo mundo teve que reconhecer (principalmente a Apple) é que essa proposta de tablet produtivo com caneta e case-teclado vingou.

Não que o Surface seja um campeão de vendas. Mas você há de concordar comigo que, se ele fosse um grande fracasso, a Microsoft iria parar com a brincadeira, e não teria apresentado hoje a quarta versão desse dispositivo. Se o Microsoft Surface Pro 4 foi anunciado, é sinal que a própria Microsoft entende que o produto vai bem nas vendas, o conceito é vendável dentro do seu público-alvo, e que os erros das primeiras versões foram corrigidos.

Aliás, não tem credencial maior de que a Microsoft tinha razão em apostar no produto quando vemos a Apple – que criticou o Surface Pro no passado – lançar um iPad Pro, com um case-teclado chupinhado copiado altamente inspirado no Surface, e mais: com uma caneta apontadora, para melhor interação com o dispositivo. Tal como a Microsoft sempre propôs nesse tipo de produto.

Mas, deixando isso de lado, a Microsoft apresentou o Surface Pro 4, com melhorias interessantes. Ele é mais fino, mais leve, conta com uma generosa tela de 12.3 polegadas, com uma elevada resolução, e um desempenho que promete ser pelo menos 50% maior que o MacBook Air. São credenciais interessantes para um produto que tem como principal missão de substituir o seu computador portátil.

Bom, há muitas pessoas que vão preferir levar ele do que o notebook na mochila. Talvez eu tenha algumas dúvidas sobre os segmentos produtivos que vão aproveitar melhor de suas capacidades e características. Eu, particularmente, prefiro um notebook, mas compreendo que o Surface Pro 4 pode ser muito bem vindo para tarefas e segmentos específicos. Para o meu dia a dia, eu ainda preciso de um teclado e mouse.

E talvez só por isso que eu não me imagino com um Surface (ou qualquer tablet) como substituto do meu notebook. Ainda dependo de um teclado de verdade para melhor escrever em meus blogs, de um mouse para uma maior precisão para essas atividades, e sempre que participo de coletivas, de forma invariável, eu acabo com o notebook no colo para produzir os textos no local. Ter um tablet para produzir textos com a tela sensível ao toque não é exatamente o que podemos chamar de “produtivo”.

Mas isso sou eu. Acho que em outros segmentos profissionais, o Surface Pro 4 é muito bem vindo. Mesmo em um momento mais eventual, em uma edição de áudio ou vídeo mais rápida, ter um equipamento com todo o poderio técnico que o tablet da Microsoft oferece (processador Intel Core Skylake, até 16 GB de RAM, e até 1 TB de armazenamento flash) pode ser algo muito bem vindo.

Entendo que o Surface Pro 4 é mais um acerto. Ou pelo menos mais um dispositivo que entra na briga pelo substituto do notebook. com um preço inicial de US$ 899, e trabalhando com uma nova caneta com 1024 níveis de pressão e bateria com autonomia de um ano (Surface Pen), esse produto pode fazer a alegria dos mais produtivos em vários aspectos. Pode fazer barulho dentro do segmento, e quem sabe tirar o sono de uma empresa da maça mordida.

O Windows 10 em um pendrive? O Asus VivoStick é quase isso

by

asus-vivo-stick

Virou moda. E essa moda é boa. Ter computadores (quase) completos que cabem no seu bolso era algo quase inimaginável em um passado distante, mas como a tecnologia é algo em constante evolução, hoje temos soluções viáveis e que podem abrigar tudo o que precisamos para o mínimo de produtividade e conectividade em dispositivos com dimensões bem reduzidas. É o caso do Asus VivoStick, apresentado na IFA 2015.

Em um dispositivo que pesa aproximadamente 70 gramas, temos um processador Intel Cherry Trail, 2 GB de RAM, 32 GB de armazenamento e várias portas de conectividade. Tudo isso é gerenciado pelo Windows 10, e mesmo que você não obtenha um desempenho top de linha em um produto como esse (e nem é o objetivo), você pelo menos tem um dispositivo pronto para ser usado em qualquer lugar. E com um custo baixíssimo: US$ 129.

Levando em conta que estamos falando de um sistema operacional da Microsoft (que já foi bem mais caro, mas ainda não é Open Source como os seus concorrentes), a relação custo-benefício do Asus VivoStick é muito interessante, principalmente para os usuários que precisam de um computador para as tarefas mais básicas. É uma alternativa interessante aos Chromebooks, uma vez que você pode chegar em qualquer lugar com um monitor ou TV com HDMI, conectar o dispositivo, e realizar uma tarefa básica de edição ou consulta na web (sempre se lembrando de levar o teclado e o mouse na mochila, é claro).

Além disso, produtos como o VivoStick tornam o mundo da informática e da internet algo acessível para as populações de baixa renda, uma vez que essa alternativa é uma das mais baratas disponíveis no mercado. Ok, talvez você pense que uma TV com HDMI não é uma das coisas mais baratas do mundo, e que talvez valesse mais a pena investir um pouco mais para ter um notebook com Chrome OS ou até mesmo com o Windows 10 (olá, Lenovo Ideapad 100S).

Pode ser. Mas as chances das pessoas terem uma TV com HDMI em casa hoje são consideráveis. E para quem quer trabalhar em bibliotecas ou escolas (onde existem os monitores e TVs com tal porta), esse dispositivo pode ser uma mão na roda.

Então, Asus… mais um que pode ser enviado pra gente brincar… o que acham disso?

Start 10, outro menu alternativo para o Windows 10

by

Start10

O Start 10 é mais um software que oferece mudanças na interface do Windows 10, através de um menu iniciar alternativo.

O software custa US$ 4.99, mas em compensação oferece um bom funcionamento e estabilidade, sendo o mais próximo do Windows 7 que você pode encontrar. Além disso, o Start 10 é personalizável, para ser acessado através do menu oficial do Windows 10, ou ficar no meio termo. Conta com uma versão trial, para quem quer testar antes de comprar.

Start10_2

Se você não gostou do menu inciar do Windows 10, o Start 10 pode ser uma das alternativa, permitindo grande personalização e maior facilidade de acesso ao menu alternativo (botão direito do mouse sobre o botão iniciar). Vale a pena criar um ponto de restauração do sistema antes de instalar qualquer aplicativo desse porte, para que você possa voltar ao perfeito funcionamento do sistema em caso de problemas.

E se você é um daqueles que já pensa em comprar um novo notebook, saiba que, mesmo que ele chegue até a sua casa com o Windows 8.1, você tem o direito a atualização gratuita para o Windows 10 de graça até 29 de julho de 2016. Alguns notebooks oferecidos no mercado brasileiro já dão essa indicação.

Para mais informações sobre o Start 10, clique aqui.

O sucesso inicial do Windows 10

by

windows-10-oeduardomoreira

Não é exagero da minha parte dizer que o Windows 10 já é um sucesso. Os números mostram isso. Essa é a versão do Windows que mais rápido está se expandindo entre os dispositivos compatíveis, e independente dos fatores envolvidos no processo (que vou abordar nesse post), fato é que a nova versão do sistema operacional da Microsoft chama a atenção positivamente. Nesse e em outros aspectos.

Nesse momento, mais de 8% de todos os computadores compatíveis com os sistemas da Microsoft já contam com o Windows 10 ativos e em funcionamento. Sem falar em algumas cópias piratas que certamente foram ativadas. Tudo bem, eu entendo que o fator ‘é de graça’ influenciou e muito nesse caso, e até mesmo o detalhe de muitos usuários incorporarem o espírito de ‘early adopters’, atualizando o mais depressa possível os seus dispositivos. Mesmo assim, acho que a Microsoft nunca viu isso, e ter a sua nova versão do Windows ser adotada com essa velocidade é sinal que a mesma era muito esperada.

E a melhor parte de tudo isso é que os feedbacks iniciais sobre o Windows 10 são positivos.

Bom, eu posso falar por mim. Eu tive que atualizar os meus computadores pela natureza da minha profissão, e pela necessidade de, em algum momento, compartilhar as minhas impressões para ajudar aos demais usuários que ainda estão indecisos sobre realizar ou não o update. Logo, a escolha no meu caso não foi difícil de ser tomada, mas admito que recomendei a alguns leitores do TargetHD a esperar mais um pouco. E reforço essa recomendação.

Todo software lançado vem com alguns bugs e falhas que serão corrigidas ao longo do tempo, e a maioria dos usuários comuns não precisa ter tanta pressa em atualizar o software. Podem esperar mais um pouco, ou pelo menos quando a primeira correção for liberada pela Microsoft. É mais seguro do que arriscar perder dados importantes ou arquivos pessoais que não estão com o backup feito. Nessas horas, sempre recomendo um serviço de armazenamento na nuvem (Dropbox, Google Drive, OneDrive, Box, etc), que basicamente faz o backup automático de fotos e vídeos, algo que a maioria dos usuários dão muito valor por serem dados pessoais.

Confesso que meus receios no update para o Windows 10 era na atualização dos drivers. O meu equipamento principal (notebook Dell Vostro 5470) recebeu no mesmo dia do lançamento do novo sistema updates de drivers de vídeo e WiFi, algo que me tranquilizou um pouco.

Segui todos os procedimentos indicados pelo sistema de alerta enviado pela própria Microsoft (resolvi não fazer o download independente), e a instalação aconteceu sem maiores problemas. Talvez até retire no futuro o serviço Dell Update, que ainda está ativo no meu equipamento (mas que entendo que vai perder efeito com o passar do tempo), para que o sistema seja ainda mais funcional.

E sobre o Windows 10? Se ele é bom?

Olha, é cedo para dizer qualquer análise mais aprofundada, mas posso afirmar que a Microsoft fez um grande trabalho no Windows 10. É um sistema visualmente bonito, simples e intuitivo. A combinação de propostas do Windows 7 e Windows 8.1 é bem clara e consciente, e eles encontraram um jeito de simplificar para quem não gostava da interface Metro.

Aliás, a ideia da Metro ainda está no sistema. É possível ver claramente isso em vários elementos. Mas o embrião de sucesso plantado no Windows 95 (e que perdura há 20 anos) está mais do que evidente.

Não só isso. O Windows 10 é leve, ágil, fluído. Tudo abre de forma muito limpa, sem travamentos ou engasgos. É claro que os resultados podem variar de acordo com o equipamento, mas se o seu computador já funcionava muito bem com o Windows 8.1 ou Windows 7, as chances dele funcionar com o mesmo bom desempenho com o novo sistema operacional são enormes.

Para os mais apressados, podem até se arriscar no update. Acho que o Windows 10 é um grande acerto da Microsoft, levando em conta que a grande maioria dos usuários definitivamente não gostaram do que viram no Windows 8. Parece que ‘agora vai’ para a gigante de Redmond. Não que com isso eles podem recuperar de forma sensível a fatia de mercado perdida para tablets e smartphones, mas certamente vai fazer a manutenção do Windows na primeira posição entre os sistemas operacionais para a computação tradicional.

E o que é melhor: com uma forte adoção da versão mais recente, e não daquela lançada há 8 anos.

Afinal de contas… quem não gosta de coisas de graça?

Primeiro vídeo promocional do lançamento do Windows 10

by

Microsoft+Windows+10+ad

O Windows 10 será lançado no dia 29 de julho, e a Microsoft lançou o primeiro vídeo promocional sobre esse lançamento.

O comercial ressalta a parte mais humana e tenra da companhia, contando com a ajuda das crianças e fazendo alusão sobre como agora elas crescem rodeados de telas sensíveis ao toque e novas tecnologias. O anúncio faz parte da nova e milionária campanha de marketing da Microsoft, orientada em torno do conceito de ‘gente que faz a diferença’ como lema.

Vale lembrar que o lançamento do Windows 10 marca uma nova e importantíssima etapa dentro da história da plataforma. Vídeo a seguir.

 

Transforme o seu Windows 7 ou 8.1 em Windows 10 com esse pack

by

windows-10-logo

O Windows 10 Transformation Pack 4.0 é uma ferramenta simples, que permite a adaptação visual do Windows 7 e 8.1 para o Windows 10.

A versão conta com a maioria das novidades vistas no Windows 10 build 10130, incluindo os novos fundos de tela, cursores e ícones, além de outras mudanças que revitalizam o sistema operacional da Microsoft. Podemos citar ajustes nas transparências ou o novo quadro de diálogo para a cópia de arquivos, entre outras novidades.

Vista-Transformation-Pack_3

Esta é uma boa forma de você ter uma visão antecipada do Windows 10. Antes de instalar, é sempre recomendado criar um ponto de restauração no sistema. Afinal, você não sabe quando tudo pode dar errado, não é mesmo?

Vale lembrar que o Windows 10 estará disponível a partir do dia 29 de julho, e para todos aqueles que cumprem com os requisitos de acesso à cópia gratuita poderão reservar o download, inclusive se o equipamento apresenta alguma incompatibilidade.

Para o download do Windows 10 Transformation Pack 4.0, clique aqui.

Vista-Transformation-Pack_2

Microsoft Lumia 930

by

lumia-930-01

Sim, eu sei… o nome dele originalmente é Nokia Lumia 930. Porém, como você bem sabe, a Nokia (divisão de telefonia) não existe mais, e é uma empresa da Microsoft. Logo, por força das circunstâncias, eu chamo esse dispositivo de Microsoft Lumia 930. Mas isso não importa agora. O que importa é que, na época do seu lançamento, eu já havia gostado desse modelo. E hoje, eu ainda fico de olho nele.

Para começar, é inegável que esse modelo conta com 100% do DNA da ‘finada’ Nokia, e isso torna o dispositivo muito atraente. E não falo isso só no design, mas também na concepção geral do produto. É um dispositivo com um aspecto visual sóbrio, com a já conhecida qualidade de construção dos aparelhos da Nokia, com uma resistência elevada por conta de sua estrutura de alumínio e detalhes bem trabalhados no acabamento.

Tais características fizeram com que muitos usuários se transformassem em fãs da Nokia ao longo de décadas, e o Lumia 930 felizmente herda esses detalhes.

lumia-930-02

O Lumia 930 também é um dispositivo bem ajustado no seu hardware para as necessidades da maioria dos usuários. O modelo conta com um processador Qualcomm Snapdragon quad-core de 2.2 GHz, que são mais que suficientes para trabalhar com o sistema operacional Windows Phone 8.1. Além disso, o dispositivo conta com 32 GB de armazenamento interno, que são suficientes para armazenar aplicativos, músicas, fotos, vídeos e jogos para a a maioria dos usuários ditos ‘comuns’ (os geeks freaks vão achar essa quantidade limitada, mas sempre podemos contar com os serviços na nuvem).

O Lumia 930 conta com uma tela de 5 polegadas, o que é um tamanho excelente para interagir com o sistema operacional da Microsoft, além de permitir uma exibição plena das fotos e vídeos armazenados no dispositivo. Aliás, essa tela também será muito útil para exibir as fotos que você vai registrar no dispositivo, por conta da sua excelente câmera.

lumia-930--05

Temos aqui uma câmera traseira de 20 megapixels, que é competente não por causa da sua capacidade em registrar fotos em elevada resolução, mas principalmente pela tecnologia PureView, que é capaz de oferecer resultados finais de fotos que podem realmente ressaltar os olhos. Sem falar nos recursos de controle e configurações de imagem que são oferecidos no aplicativo de câmera.

Além disso, a câmera traseira do Lumia 930 conta com sistema de estabilização de imagem, flash dual LED para fotos com baixa luminosidade e recurso de zoom que aproxima a imagem sem a perda de definição. E, como ‘cereja do bolo’, o dispositivo ainda possui as excelentes lentes Carl Zeiss, o que torna essa câmera uma das melhores do mercado mobile. O sensor traseiro do Lumia 930 também é capaz de gravar vídeos em HD (achei legal deixar esse registro antes do fim do post).

lumia-930-04

O Microosft Lumia 930 é um smartphone que ainda me atrai. Pode ser uma das melhores relações custo/benefício disponíveis no mercado com Windows Phone. É um dos elegíveis a receber o Windows 10 (a partir do meio do ano), e será muito interessante ver como esse dispositivo vai se comportar com o novo sistema operacional da Microsoft.

Desde que ele não perca o embrião da Nokia, está valendo!

04-botao-clique037-180.jpg